Marcos Dantas

Eleições

Eleições para comodoria do Iate Clube do Natal elegem Marcilio e Kaleb


Marcilio e Kaleb

O processo eleitoral para eleição da comodoria do Iate Clube do Natal foi realizado na sexta-feira, 11 de dezembro. Os associados elegeram Marcílio Carrilho (comodoro) e Kaleb Freire (vice comodoro).

Eleitor tem até hoje para justificar ausência no 2º turno


O eleitor que não votou e não justificou a ausência no segundo turno das eleições de 2014 tem até o dia 26 de dezembro para apresentar a justificativa em qualquer cartório eleitoral. A Justiça Eleitoral considera cada turno de votação uma eleição autônoma.

Para justificar, o eleitor deve apresentar o requerimento de justificativa e a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito, para que o juiz eleitoral a examine.

Processo eleitoral é avaliado em busca de aprimoramento


A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte inicia, nesta quinta (27), no Centro de Operações da Justiça Eleitoral, em Natal, reunião de avaliação das eleições 2014 com o objetivo de aperfeiçoar ações e ferramentas já existentes e ajustar o que for necessário, sugerir novas técnicas e métodos que venham colaborar qualitativamente para os próximos pleitos.

As reuniões de avaliação acontecerão até a sexta-feira (28), contará com servidores das Zonas Eleitorais e das Secretarias do TRE-RN e se utilizará de 11 mesas temáticas, compostas em média de seis (6) a sete (7) servidores das Zonas Eleitorais e até cinco (5) da administração.

Mesário que faltou ao 2º turno tem até esta terça (25) para justificar ausência


Hoje é o ultimo dia para que os mesários que faltaram ao segundo turno das Eleições 2014 justifiquem a sua ausência em qualquer cartório eleitoral do país. O artigo 124 do Código Eleitoral determina que o mesário que faltou à eleição deve apresentar a justificativa ao juiz eleitoral no prazo de 30 dias. A lei prevê multa de 50% a um salário mínimo para aqueles que não apresentarem a justificativa no prazo estabelecido. Se o mesário ausente for servidor público ou autárquico, a pena será a suspensão de até 15 dias.

Termina nesta terça-feira (25) prazo para prestação de contas referentes ao 2° turno das eleições


Candidatos, partidos políticos e comitês financeiros têm até esta terça-feira (25) para apresentar a prestação de contas referente ao segundo turno das Eleições 2014. A Justiça Eleitoral espera receber as informações de despesas e receitas dos candidatos Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), que disputaram a Presidência da República, e dos 28 candidatos que concorreram a vaga de governador nos 13 estados e no Distrito Federal.

A não declaração dos recursos arrecadados e das despesas de campanha pode acarretar em sanções previstas na legislação eleitoral. O candidato que não prestar contas, por exemplo, não poderá ser diplomado, pois fica impedido de obter certidão de quitação eleitoral. Já o partido que deixou de apresentar suas contas poderá perder o direito ao recebimento da quota do Fundo Partidário do ano seguinte ao trânsito em julgado da decisão.

Mesários que faltaram ao 2º turno da eleição devem justificar ausência até dia 25


d7b697c5-d0bb-4746-8fba-22fa3ccdd86a

Os mesários escalados para trabalhar durante o segundo turno das Eleições 2014 e que, por alguma razão, não compareceram, devem justificar a ausência até a próxima terça-feira (25).

De acordo com o artigo 124 do Código Eleitoral, o mesário que faltou à convocação deve apresentar uma justa causa ao juiz eleitoral no prazo de 30 dias após o pleito. Quem não apresentar a justificativa poderá pagar multa que varia de 50% a um salário mínimo. O Código Eleitoral prevê ainda que, se o mesário faltoso for servidor público ou de autarquias, a pena será de suspensão de até 15 dias.

Processo de julgamento do registro de Souza está na pauta de amanhã do TSE


O processo de julgamento do registro de candidatura do deputado estadual eleito Manoel Cunha Neto, “Souza” do PHS, está na pauta da sessão desta terça-feira (18) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Souza teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral potiguar, devido a problemas com a Lei da Ficha Limpa, quando foi prefeito da cidade de Areia Branca.Souza seguiu candidato e conquistou vitória nas urnas, se elegendo deputado estadual com pouco mais de 20 mil votos.

Presidente do TSE ncaminha pedido de auditoria sobre apuração das eleições


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, enviou hoje (3) à Secretaria de Tecnologia do tribunal, setor responsável pela apuração das eleições, o pedido do PSDB de auditoria especial do resultado da eleição presidencial.

Segundo o TSE, caberá ao secretário de Tecnologia, Giuseppe Gianino, prestar informações sobre a necessidade e viabilidade do pedido. Após o parecer do secretário, o pedido voltará para a presidência do tribunal para ser analisado, individualmente, por Toffoli, ou pelo plenário.

Número de urnas substituídas diminui do 1° para o 2° turno


5e4c3308-eaf1-4be3-ba7d-a78b47d30645

A Justiça Eleitoral (JE) registrou significativa redução, do 1° para o 2° turno das Eleições 2014, na quantidade de urnas eletrônicas substituídas durante o pleito.Das 361.435 urnas sem identificação biométrica, incluindo as utilizadas para justificativas, foram substituídas, no 1° turno, 3.693 urnas eletrônicas.

Já no 2° turno esse número caiu para 2.499, apresentando uma redução de 32,33%. Quanto às 72.622 urnas eletrônicas com identificação biométrica, também incluídas as de justificativas, a JE substituiu 1.582 urnas no 1° turno, e 981 no 2° turno, registrando queda de 37,99% nas substituições.

Boletins de urna do segundo turno já estão disponíveis no Portal do TSE


cacde5af-235f-4e51-acbc-d8ef05c0a036

Os boletins de urna referentes ao segundo turno das Eleições 2014, realizado no último domingo (26), já podem ser acessados no Portal do TSE na internet. Também podem ser consultados na barra em azul do Portal clicando em Eleições, depois em Eleições 2014 e, em seguida, Boletim de urna na web.

A divulgação dessas informações é mais uma forma de dar ampla transparência ao processo eleitoral, pois permite ao cidadão verificar se o boletim de urna (BU) impresso na seção corresponde ao mesmo recebido pelo sistema de totalização de votos.

Candidatos que não fizerem a prestação de contas correm o risco de perder a diplomação


O candidato que não prestar contas fica impedido de obter certidão de quitação eleitoral e não poderá ser diplomado. A sanção para o partido que deixar de apresentar as contas é a perda do direito ao recebimento da quota do Fundo Partidário do ano seguinte ao trânsito em julgado da decisão.

Caso a prestação de contas seja desaprovada, a Justiça Eleitoral remeterá cópia de todo o processo ao Ministério Público Eleitoral, que poderá pedir abertura de investigação judicial para apurar uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade.

Candidatos tem até a próxima semana para entregar prestação de contas


Candidatos e partidos políticos deverão enviar, até o dia 04 de novembro, a prestação de contas dos recursos em dinheiro ou estimáveis em dinheiro que tenham recebido para financiamento de suas campanhas, bem como dos gastos realizados.

O procedimento consiste no envio, pela internet, de arquivo eletrônico contendo dados relativos à arrecadação e à aplicação de recursos nas eleições deste ano, o que deve ser realizado por meio de utilização de sistema específico, disponibilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral, o SPCE Cadastro.

Eleições 2014 foi assunto mais tuitado na história do país


As eleições gerais de 2014 foram as mais tuitadas da história do país, segundo levantamento divulgado pelo site de microblogging Twtitter. Ao todo, as eleições de 2014 renderam 39,85 milhões de mensagens, com as menções à presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) e ao adversário Aécio Neves (PSDB) se aproximando da marca de 1 milhão na noite de domingo (26), quando foi divulgado o resultado do pleito. Na noite de domingo, o total de tweets sobre as eleições atingiu a marca de 4,2 milhões.

Renan Calheiros defende reforma política “conciliação nacional”


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu hoje (27), em nota, a superação das divergências, que marcaram a disputa presidencial, a reforma política, apontada como prioridade pela presidenta Dilma Rousseff, e pediu para que todos os brasileiros, notadamente, os homens públicos, “reflitam sobre a humilde convocação feita pela presidenta reeleita em torno da conciliação nacional”.

Renan disse que essas eleições entrarão para a história como uma das mais acirradas e combativas desde a redemocratização do Brasil. “Mesmo com tantos tensionamentos, venceu a democracia e o pleito foi marcado pela ordem e respeito aos resultados”, disse. Segundo ele, uma eleição não tem terceiro turno, então agora é hora de seguir em frente e buscar a união nacional, “como também defendeu elegantemente o senador Aécio Neves, candidato da oposição”.

Wilma de Faria emite nota sobre resultado da eleição


wilma-povo2

Em nota à imprensa, a presidente estadual do PSB, Wilma de Faria, comentou o resultado do segundo turno das eleições 2014, ontem (26), que terminaram com a vitória de Robinson Faria, para o governo do estado.

Confira a seguir:

Passada a eleição é hora de pensar no que devemos esperar do governo pelos próximos quatro anos. Faço isso com a postura de quem governou o Rio Grande do Norte e reafirma ao povo seu compromisso de continuar contribuindo com o desenvolvimento do estado. Parabenizo o nosso candidato da coligação “União pela Mudança”, Henrique Alves, pela campanha propositiva e idealista, que infelizmente não venceu, mas apresentou um excelente projeto de resgate do estado, recebendo a confiança de milhares de potiguares que viram na sua experiência e poder de articulação a segurança de que precisavam para ter o Rio Grande do Norte de volta nos trilhos do desenvolvimento.

Parabenizo também o governador eleito, Robinson Faria, ao mesmo tempo em que desejo sucesso e muita disposição para o trabalho diante dos muitos desafios que enfrentará para tirar o estado do caos administrativo, econômico e social em que se encontra. Espero sinceramente que as declarações de compromisso de Robinson sejam efetivadas no decorrer dos próximos quatro anos, como esperam não apenas os que votaram nele, mas todos os norte-rio-grandenses. De nossa parte, o potiguar pode esperar a continuidade de nossa oposição responsável, que visa exclusivamente cobrar os avanços que todos os cidadãos buscam e merecem, exercendo papel fiscalizador que só fortalece a sociedade democrática que tanto lutamos para conquistar.

Ney Lopes de Souza já se lança ao Senado em 2018


noticia_117642_340x295

A campanha de 2014 já encerrou, mas candidatos já ensaiam o processo eleitoral de 2018 lançando suas pré-candidaturas. Um deles é o ex-deputado federal Ney Lopes de Souza que em entrevista ao RN Acontece da Band declarou trabalhar pelos próximos quatro anos para viabilizar o seu desejo político.“Eu vou fazer uma opção partidária e vou trabalhar nos próximos quatro anos para ser candidato ao Senado em 2018”, disse Ney ao jornalista Diógenes Dantas.

Quem não votou nem justificou ausência à urna deve procurar cartório eleitoral


O eleitor que não pôde votar nestas eleições e não justificou a sua ausência no mesmo dia do pleito tem prazo de 60 dias, após a data da votação, para apresentar justificativa ao juiz em qualquer cartório eleitoral.

A justificativa é válida somente para o turno em que o eleitor não compareceu. Assim, se o eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar sua ausência para cada turno, separadamente, obedecendo aos mesmos requisitos e prazos para cada um deles.

Prefeito de Natal espera “parceria administrativa e oposição política” com Robinson Faria


Carlos Eduardo_palaciofelipecamarao

O Portal no AR destaca que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) declarou que buscará manter uma relação de parceria com o Governo de Robinson Faria (PSD) à frente do Estado. Contudo, ele lembrou que politicamente seu partido deverá ser oposição ao governador, mantendo a posição adotada na campanha eleitoral.

“O meu partido ficará na oposição, porque não apoiamos ele [Robinson]. Administrativamente, a Prefeitura de Natal estará aberta à parcerias. O Governo precisa da Prefeitura e a Prefeitura precisa do Governo. Quem mais precisa dessa relação é a população na melhorias para qualidade de vida. Naquilo que podemos somar, politicamente isso não vai impedir da gente dar essa contribuição à população”, comentou.

Como ficará a Assembleia Legislativa em 2015


A bancada da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte iniciará a partir de 2015 com minoria para o governador eleito Robinson Faria, já que ele contará com o apoio de seis deputados eleitos pela sua coligação no primeiro turno: Fernando Mineiro (PT), Cristiane Dantas (PCdoB), Galeno Torquato (PSD), José Dias (PSD) e Dison Lisboa (PSD), e Carlos Augusto Maia (PTdoB). Além dele, Robinson já conta com o apoio do deputado estadual Gustavo Carvalho que trabalhou neste segundo turno ao lado do PSD.

Na bancada eleita pela coligação de Henrique são oposição ao Governo Hermano Morais (PMDB), Nelter Queiroz (PMDB), Gustavo Fernandes (PMDB), Álvaro Dias (PMDB), Ezequiel Ferreira (PMDB), Getúlio Rêgo (DEM), José Adécio (DEM), Ricardo Motta (PROS), Albert Dickson (PROS), Raimundo Fernades (PROS), Tomba Faria (PSB), Márcia Maia (PSB), Kelps Lima (SDD), George Soares (PR), Agnelo Alves (PDT),Jacó Jácome (PMN) e Souza (PMN).

Em Timbaúba, Henrique Alves vence Robinson Faria


O candidato do PMDB Henrique Alves venceu Robinson Faria na disputa para o Governo do Rio Grande do Norte no município de Timbaúba dos Batistas. Henrique teve 1.104 contra 853 de Robinson Faria. No município Hnerique tem o apoio do prefeito Chilon Batista.