Destaque

Joesley, sobre Janot: ‘Covardia depois de tudo o que fizemos’


O empresário Joesley Batista criticou nesta sexta-feira o que chamou de “covardia” do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, “depois de tudo o que fizemos”. Um dia antes, quando apresentou a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), o procurador também notificou o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, que estava rescindindo o contrato de delação premiada com os executivos da JBS. A informação é da VEja.

“Foi covardia [de Janot] depois de tudo o que fizemos”, disse Joesley, em depoimento à Justiça Federal, em São Paulo, nesta sexta. O executivo depõe no âmbito da Operação Acerto de Contas, 2ª fase da Tendão de Aquiles, que investiga se a JBS fez uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro. O executivo negou as acusações. “Estou pagando por ter delatado o poder”, afirmou o empresário à juíza Tais Ferracini, da 6ª Vara Criminal de São Paulo.

Dono da JBS afirma que está ‘pagando por ter delatado o poder’

Dison poderá lançar Flávia Lisboa caso não consiga disputar reeleição na Assembleia


O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Dison Lisboa (PSD) já começa a ouvir as bases para um plano B em 2018. O deputado do Agreste tem condenação de cinco anos e oito meses por apropriação de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio, quando era prefeito de Goianinha.

 

Caso não dispute à reeleição no próximo ano, pretende lançar a esposa, Flávia Lisboa, atual secretária de Políticas Públicas para as Mulheres do Governo Robinson Faria. Fontes do Blog do Marcos Dantas garantiram que o deputado já anda sondando as bases no Agreste.

Flávia é secretária de Políticas para as Mulheres do Governo Robinson Faria

Temer quer que ministro do STF devolva segunda denúncia para Janot


A defesa do presidente Michel Temer pediu que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolva à Procuradoria-Geral da República (PGR) a segunda denúncia feita contra ele. Temer foi acusado dos crimes de obstrução de justiça e organização criminosa pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.A informação é do jornal O Globo.

Antônio Mariz, advogado de Temer, alega que a denúncia relata supostos crimes cometidos antes de Temer assumir a presidência. E a Constituição diz que o presidente só pode ser investigado por atos ocorridos durante o exercício do cargo. Fatos estranhos ao mandato só podem ser apurados depois que ele deixar o posto. Assim, Mariz pediu que a PGR “adeque a exordial no que tange ao Sr. Michel Temer, retirando do texto acusatório os supostos fatos delituosos estranhos ao exercício das suas funções presidenciais, nos precisos termos do artigo 86, § 4º, da Constituição Federal”.

Temer foi acusado dos crimes de obstrução de justiça e organização criminosa

Às vésperas do fim do mandato de Janot, presidente do STF faz critica a PRG


Deu na coluna Painel… Rodrigo Janot teve uma vitória diante das câmeras, na quarta-feira (13), quando o Supremo rejeitou, por unanimidade, o pedido de Michel Temer para declará-lo suspeito. No mesmo dia, porém, recebeu um recado duríssimo. Presidente do STF, Cármen Lúcia chamou o subprocurador-geral, Nicolao Dino, para uma conversa reservada. Disse a ele que o tribunal considerava a atuação de Janot desastrada, avisou que o desconforto era grande e que a corte havia cansado de sobressaltos.

A origem A Dino, Cármen Lúcia explicitou que havia forte rejeição no Supremo à forma como Janot apresentou ao país o áudio que implodiu a delação de Joesley Batista. Ela se referia ao fato de o procurador-geral ter dito que o diálogo insinuava o envolvimento de um membro da corte em ilicitudes.

Carmem Lúcia considera a atuação de Rodrigo Janot desastrada na PGR – Foto: Folha

Ex-procurador ligado a JBS teve vínculo com a Lava Jato renovado em janeiro


 

Pivô da revisão da delação da JBS, o ex-procurador Marcello Miller foi reconduzido ao posto de colaborador do grupo de trabalho da Lava Jato na PGR (Procuradoria-Geral da República) em janeiro deste ano, já em suas últimas semanas no Ministério Público Federal.A informação é da Folha de S. Paulo.

Na mesma época, ele também teve renovada sua atuação no grupo de cooperação internacional do procurador-geral, Rodrigo Janot. A renovação ocorreu embora um dos argumentos da defesa de Miller aponte que, a partir de dezembro, ele se retirou de grupos de trocas de mensagens entre procuradores “visando a higidez de seu processo de desligamento”.

O ex-procurador da República, Marcello Miller foi o pivô da crise na delação da JBS – Foto: Folha

Cláudio Santos também conversa com o PV de olho em 2018


Desembargador seridoense tem tempo para decidir seu futuro partido

O PV no Rio Grande do Norte tem uma nova direção, que é presidida pelo ex-vereador natalense Bertone Marinho, filho da prefeita de Canguaretama, Fátima Marinho e irmão da ex-deputada Gesane Marinho. O desembargador Cláudio Santos, que pode concorrer ao Governo do Estado no próximo ano teve uma conversa com o PV.

Como é desembargador e pode pedir aposentadoria do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Cláudio Santos tem tempo para decidir seu futuro partido. Neste sábado (16), o seridoense chegará a São João do Seridó para um ato, onde estará com um grupo que fará protesto contra ação do Ministério Público do Trabalho que cobra R$ 38 milhões de indenização a Guararapes. O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), também já conformou presença.

Lula e Palocci: o fim de uma amizade


Ex-presidente Lula muda o tom ao se referir ao ex-ministro e seu amigo Palocci, que o citou em depoimento

Uma semana depois do ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci ter dito que o ex-presidente Lula fez “um pacto de sangue” com a Odebrecht, o petista mudou o tom e saiu para o ataque contra o companheiro de partido. Informou o jornal O Globo nesta quinta-feira (14).

Se no passado fez rasgados elogios ao colega por ter estabelecido para o PT um bom relacionamento com a iniciativa privada, na quarta-feira, em depoimento ao juiz Sergio Moro, o ex-presidente classificou Palocci como “frio e calculista”. Lula chegou a falar em “desfaçatez” de Palocci para rebater seu ex-ministro, a quem, cinco meses antes, chamou de “uma das maiores inteligências do país’.

A denuncia da Procuradoria Geral contra José Agripino Maia


O teor da denúncia não foi divulgado, tampouco os crimes de que Maia é acusado.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou o senador José Agripino Maia (DEM-RN) ao STF (Supremo Tribunal Federal). No último domingo (10), o Fantástico da Rede Globo citou o potiguar que é presidente do DEM Nacional, como um dos envolvidos no escândalo.

A investigação que culminou na denúncia foi aberta a partir da Operação Lava Jato e está sob sigilo. O teor da denúncia não foi divulgado, tampouco os crimes de que Maia é acusado. O relator do caso no Supremo é o ministro Luís Roberto Barroso. Agora, caberá ao tribunal acatar ou não a acusação. Se a denúncia for aceita, Maia vira réu e pode ser absolvido ou condenado.

Deputados federais adiam votação e reforma política empaca


O roteiro das últimas semanas se repetiu nesta quarta-feira (13) na Câmara dos Deputados. Depois de mais de 11 horas de sessão, o plenário da Casa mais uma vez não conseguiu votar a principal parte de sua proposta de reforma política.

Em uma sucessão de improvisos, fatiamentos, idas e vindas, a Casa patrocina nos últimos meses tentativas de mudanças no sistema político, mas há divergências profundas sobre praticamente todos os pontos.Como as alterações têm que ser aprovadas por Câmara e Senado até o início de outubro para valer nas próximas eleições, são grandes as chances de que elas sejam engavetadas.

Câmara dos Deputados patrocina nos últimos meses tentativas de mudanças no sistema político

Janot finaliza nova denúncia contra Temer e cúpula do PMDB na Câmara


O crime de obstrução de Justiça é caracterizado pela PGR no episódio em que Temer

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, concluiu nesta quarta-feira (13) a nova denúncia contra o presidente Michel Temer. A Folha de S. Paulo apurou que o peemedebista será acusado dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A peça tem de mais de 200 páginas e a previsão é que seja apresentada até o fim da tarde desta quinta-feira (14) ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Além do presidente, Janot citará a cúpula do PMDB da Câmara, alvo do relatório da Polícia Federal entregue ao Supremo na segunda (12). Nem todos serão acusados sob a suspeita de mais de um crime. O documento da PGR tem como base as delações de executivos da JBS e do corretor de valores Lúcio Funaro, que teve delação premiada homologada. De acordo com pessoas próximas às investigações, as acusações contra Temer foram fortalecidas com dados fornecidos por Funaro à Procuradoria.Esta é a segunda denúncia contra o peemedebista apresentada por Janot com base na delação de executivos da JBS, hoje pivô de uma crise que levou dois colaboradores, Joesley Batista e Ricardo Saud, à prisão.

Morre Siderley Menezes, criador da Sidys Tv a Cabo em Currais Novos


Empresário seridoense faleceu na noite desta terça-feira (12), em Natal, aos 73 anos

O empresário Siderley Menezes faleceu na noite desta terça-feira (12), em Natal, aos 73 anos. Ele estava internado para tratar de problemas de saúde. Pioneiro no Sistema de TV e internet a Cabo no interior do Norte e Nordeste, já com 25 anos de sucesso nos serviços que oferta, Siderley elevou o nome do Seridó e Currais Novos e a introduziu na “Nova Era das Telecomunicações” ao ciar em 1992 a Sidy’s Tv a Cabo.

Este é um de seus legados, que hoje também atua em Acari, e também tem projetos de expansão de TV a Cabo, Internet e Telefonia para as regiões do Seridó e Trairi. Natural de Florânia, Siderley foi um empreendedor nato e sempre demonstrou grande percepção para os negócios, desde a venda de limões na feira, quando ajudava ao pai, passando pelos trabalhos na Cantina e também no primeiro mercadinho da família, o “Pegue e Pague”.

Operação Kodama combate irregularidades no Ibama/RN


Clécio Santos: possível prática dos crimes de prevaricação, corrupção ativa e passiva

A Operação Kodama, um trabalho conjunto do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF), vem cumprindo mandados de busca e apreensão em 12 endereços de Natal, Ceará-Mirim, Goianinha e Tibau do Sul, na manhã desta terça-feira (12). O objetivo é coletar informações sobre um possível esquema de irregularidades envolvendo a Superintendência do Ibama no Rio Grande do Norte junto a três empresas de processamento de pescados e um hotel.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 14ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte, que também determinou a suspensão do exercício da função pública do superintendente do Ibama no RN, Clécio Antônio Ferreira dos Santos. Estão sob investigação, pelo menos, dez decisões adotadas pelo superintendente, dizendo respeito sobretudo ao cancelamento indevido de autos de infração e de sanções administrativas.

Jornal Nacional repercute investigação contra governador potiguar e o filho deputado federal


O Jornal Nacional da Rede Globo exibiu nesta quinta-feira (7), a decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou abertura de inquérito para investigar o deputado federal Fábio Faria (PSD) e o governador Robinson Faria (PSD), em razão das delações premiadas da JBS.

Clique aqui e confira a reportagem completa exibida pela Rede Globo.

Fantástico vai exibir domingo desvio de milhões na construção da Arena das Dunas


Fantástico investiga desvio de milhões na construção da Arena das Dunas em Natal

Repórter secreto do Fantástico veio a Natal na semana passada para investigar desvio de recursos no estádio Arena das Dunas, construído para a Copa do Mundo de 2014. Segundo a chamada que já começa a circular, a denúncia será exibida no quadro “Cadê o dinheiro que estava aqui?”.

A equipe do Fantástico também foi a maior unidade de saúde do Rio Grande do Norte, o Hospital Walfredo Gurgel e mostrou a calamidade pública no Estado. Clique aqui e confira a chamada do Fantástico para este domingo (10).

Além de autorizar a investigação, ministra do STF também atendeu pedido de coleta de provas


Além de autorizar a investigação, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) também atendeu pedido de diligências, ou seja, coleta de provas. Ela liberou a coleta de dados sobre prestação de contas; depoimentos sobre os repasses de dinheiro ao deputado federal Fábio Faria (PSD) no Supermercado Boa Esperança, em Natal e em relação às notas emitidas; além dos depoimentos de Fábio Faria e do governador Robinson Faria (PSD).

 

Para a ministra, as diligências pedidas “se mostram proporcionais sob o ângulo da adequação, razoáveis sob as perspectivas dos bens jurídicos envolvidos e úteis quanto à possível descoberta de novos elementos que permitam a investigação avançar”.

Robinson e Fábio Faria são alvo de novo inquérito no STF


A abertura do inquérito foi solicitada pela PGR e as suspeitas são de corrupção passiva e caixa dois

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou abertura de inquérito no STF para investigar o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) e o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), em razão das delações premiadas da JBS. As informações foram publicadas pelo portal G1RN. As suspeitas são de corrupção passiva e caixa dois, ou seja, fraude na prestação de contas ao deixar de declarar valores recebidos, crime previsto no artigo 350 do Código Eleitoral.

O pedido foi feito no fim de junho pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que também solicitou ao ministro Luiz Edson Fachin, responsável pela homologação das delações da JBS, sorteio para novo relator por não ter relação com a Lava Jato. Rosa Weber recebeu o caso em agosto e a decisão de abrir inquérito é do dia 4 de setembro, mas foi publicada no processo somente nesta quarta-feira (6).

Ezequiel Ferreira discute pleitos para região Central e prestigia homenagens à Sant’Ana em Santana do Matos


O deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa prestigiou na noite desta quinta-feira (20), a Festa de Sant’Ana, em Santana do Matos, município que fica na região Central do Estado. Na oportunidade participou de reuniões com lideranças da região tendo como pauta benfeitorias para os munícipes.

Em Santana do Matos, Ezequiel foi recebido pelo ex-presidente da Câmara Municipal, Erinaldo Florêncio, o Naldinho (PSDB), vereadores e lideranças da cidade. A ex-prefeita Lardjane Ciriaco (PMDB) e o atual prefeito Dr. Júnior (PR) também recepcionaram o presidente da Assembleia Legislativa. A Festa de Sant’Ana, tradicional no município será encerrada na quarta-feira (26), com a procissão pelas ruas de Santana do Matos.

“Gosto de conviver com a comunidade e em Santana do Matos não é diferente. E mais ainda nos períodos dos festejos de Sant`Ana, padroeira e santa de devoção de muitos norte-riograndenses”, disse Ezequiel Ferreira anunciado para ainda neste semestre há a possibilidade de ações da Casa Legislativa na região como a ida do Conexão Enem que promove o preparatório dos alunos para o exame nacional.

Ezequiel lembrou os pleitos atendidos do mandato para o munícipio que fizeram parte das conversas nas rodas com lideranças, políticos e com a comunidade que quer a reabertura da Agência do Banco do Brasil o quanto antes. Bem como melhorias nos setores de saúde, segurança e a inclusão da cidade nos programas Moradia Cidadã e Cartão Reforma.

 

 

 

Moro nega pedido de Lula e diz que processo sobre tríplex está pronto para sentença


O juiz Sergio Moro negou, na tarde desta terça-feira, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que sejam incluídos depoimentos de 11 testemunhas na ação que julgará a propriedade do tríplex do Guarujá. Os advogados de Lula queriam acrescentar as oitivas que foram feitas em outro processo que o petista responde sob a acusação de receber propina da Odebrecht. Este tipo de prova é chamada no meio jurídico de “prova emprestada” de outro processo.

Em seu despacho, Moro argumentou que o pedido é descabido e que os depoimentos não têm relevância para o julgamento da ação.

“A instrução já se encerrou faz tempo, as alegações finais foram apresentadas e o processo está concluso para sentença. Descabe o pretendido nessa fase e os depoimentos referidos sequer são relevantes para o julgamento da presente”, escreveu o juiz.

Caso Odebrecht: Ex-presidente do Peru e mulher são alvo de pedido de prisão preventiva


O procurador Germán Juárez Atoche apresentou um pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente peruano Ollanta Humala e sua mulher, a ex-primeira-dama Nadine Heredia pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A solicitação se deve ao testemunho de Marcelo Odebrecht, que assegurou ter entregado US$ 3 milhões para a campanha de Humala em 2011, e também declarações de outros colaboradores que apresentaram provas sobre entregas de dinheiros feitas ao casal.

Juárez entregou ao juiz Richard Concepción Carhuancho um grande número de provas e, entre as novas evidências, encontram-se transferências de dinheiro que a ex-primeira-dama recebeu da conta do Partido Nacionalista.

Segundo fontes judiciais, a solicitação já foi apresentada ao juiz, que deve se pronunciar até a quinta-feira. Antes de tomar a decisão, Concepción convocará uma audiência pública para decidir a situação do ex-chefe de Estado e sua mulher e evitar uma possível fuga do país.

Governistas irão ao Conselho contra senadoras que impediram votação


O senador José Medeiros (PSD-MT) está recolhendo assinaturas de seus colegas parlamentares com o objetivo de ingressar no Conselho de Ética contra as senadoras da oposição que protestam no Plenário do Senado contra a votação da reforma trabalhista. Medeiros diz não ter dúvidas de que houve quebra de decoro por parte das parlamentares, que ocuparam a Mesa do Senado e impediram o presidente da Casa, Eunício Oliveira, de presidir a sessão que analisaria o projeto.

Segundo ele, a representação será oferecida também aos “insufladores” e “mentores initelectuais da baderna”, sem indicar outros nomes. Até o momento, 10 senadores já assinaram a representação. “Isso não é o senador Medeiros. É o corpo do Senado que está se sentindo extremamente atingido, com vergonha alheia desse espetáculo que foi dado aqui para o Brasil e para o mundo, e querem representar para que o Conselho de Ética possa se posicionar”, afirmou o senador.