Região do Seridó

Ministro da Integração garante ao Blog que recursos para Oiticicas estão sendo repassados em dia ao Governo do RN


O Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho usou seu twitter pessoal para garantir que, o Governo Federal tem repassado recursos em dia ao Governo do Estado do RN, órgão executor das obras do Complexo Barragem de Oiticicas.

Do Blog: a explicação dada pelo ministro diz respeito aos recursos repassados pelo Ministério da Integração, dentro do plano dos 311 milhões de reais, aprovado ainda em 2007. A notícia de hoje traz uma preocupação com a possível resistência do Governo Federal em não reconhecer o acordo extra-judicial, que incluem dois novos planos de trabalho, de 415 e 559 milhões que contemplam as ações negociadas no acordo, como explica a notícia abaixo:

Por falta de recursos federais, Barragem de Oiticicas pode “ficar pela metade”

Por falta de recursos federais, Barragem de Oiticicas pode “ficar pela metade”


A preocupação é do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, José Procópio de Lucena em entrevista ao Jornal Regional (Sistema Rural) nesta terça-feira (15). De acordo com ele, o Governo Federal insiste em reconhecer apenas o primeiro Plano de Trabalho da Barragem, que é o de 2007, no valor de 311 milhões de reais, recursos quase todos já usados na obra.

Neste orçamento inicial, os valores para pagar as indenizações eram em torno de 8 milhões de reais, quando já foram pagos cerca de 28 milhões; a nova Barra de Santana estava orçada em 11 milhões, e seu orçamento atual é de 34,5 milhões. Sem contar as agrovilas que não estavam previstas, que custam em torno de 6 milhões.

Além de um conjunto de adequações técnicas, como o caso do Cemitério, a própria localização da nova Barra de Santana, indenizações de imóveis da velha Barra, e a própria inflação no decorrer deste período, nada disso foi levado em consideração no primeiro plano de trabalho”, explicou Procópio.

No período de 2013, quando iniciou a obra, até os dias atuais foram realizados várias mobilizações sociais e paralisações da obra, por ausência de clareza do projeto, fato esse que gerou um acordo extra-judicial entre o Movimento dos Atingidos pelo Complexo Barragem de Oiticicas e o Governo do Estado, aperfeiçoando e atualizando o projeto inicial, de forma que dois planos de trabalho (nota técnica) do Governo do Estado foram elaboradas, elevando os custos do projeto de 311 para 415 milhões no primeiro plano, e de 415 para 559 milhões no segundo, este último feito em 2017 para conclusão total do Complexo.

O que preocupa, de acordo com Procópio é que o DNOCS, TCU e Governo Federal não querem reconhecer o acordo extra-judicial, e até o presente momento não aprovaram os novos planos de trabalho, readequando o projeto para a realidade.

Fruto desta situação, na última reunião realizada sexta-feira passada, com representes do Governo, Prefeituras, Seapac, Diocese de Caicó, Movimento Sindical e os atingidos pela Barragem, foi deliberado uma audiência pública, na própria comunidade Barra de Santana onde serão convidados toda a bancada federal e estadual do RN, o Ministro da Integração Nacional, prefeitos, Movimentos Sociais, DNOCS, bispos das três dioceses do Estado, e vários outros segmentos.

De acordo com essa deliberação o Movimento deseja que todos esses segmentos conheçam in-loco, todo o complexo da Barragem de Oiticicas, antes da audiência pública. O Movimento está disposto a fazer todas as lutas necessárias, e articular os mais diferentes atores da sociedade para que o complexo Barragem de Oiticicas não fique mais uma vez, apenas em sonho”, finalizou Procópio Lucena.

Protestos contra Lula em Currais Novos e Mossoró estão sendo articulados nas redes sociais


O Blog do Marcos Dantas teve acesso a alguns áudios e prints de conversas de grupos de whatsApp da região, que mostram articulações para a realização de protestos contra o ex-presidente Lula, durante sua visita a Currais Novos e Mossoró, nos dias 27 e 28 deste mês.

De olho em 2018, desembargador Cláudio Santos conversa com Dr. Tiago e a vereadora Romisélia Azevedo


O desembargador Cláudio Santos, antes de participar das festividades de Nossa Senhora da Guia em Acari, recebeu na noite desta sexta-feira (11), em sua residência no Centro de Jardim do Seridó, o médico ortopedista Dr. Tiago Almeida e a vereadora parelhense Romisélia Azevedo. 

Na pauta, além de discussões sobre projetos que possam ajudar no desenvolvimento do Rio Grande do Norte, não deve ter faltado também algo que se relacione as eleições de 2018, quando Cláudio Santos tem seu nome ventilado como pré-candidato ao Governo.

Semarh se reúne com movimento para repassar a situação técnico-financeira de Oiticica 


O Secretário Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, se reuniu com o Movimento dos Atingidos e Atingidas Pela Construção da Barragem de Oiticica. O encontro aconteceu na manhã de hoje (11), na igreja de Barra de Santana, em Jucurutu, e foi mediado pelo representante do Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos do RN (Seapac), Procópio Lucena. 

Participaram do encontro representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RN (Fetarn), Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento (Cehab), sindicatos da região, o prefeito de Jucurutu, Valdir Medeiros, de São Fernando, Polion Maia, de Jardim de Piranhas, Elídio Queiroz, o Procurador Francisco Sales e equipe técnica da Semarh. 

A principal pauta do encontro foi a discussão das questões financeiras envolvidas na obra. O Secretário explicou, na ocasião, que ainda não existe aprovação do segundo plano de trabalho nem garantia financeira, por parte do Governo Federal, que banque todo o empreendimento. 

“O Estado está cumprindo todas as etapas e atendendo as demandas de sua responsabilidade. Todas as ações previstas no acordo extra judicial continuam no nosso planejamento, mas só vamos licitar e executar quando a verba for garantida pelo Ministério da Integração”, falou o titular da Semarh. 

“O Governo do Estado não tem condições de levar essa obra sozinho, ele é responsável por apenas 6% do empreendimento. É preciso ir à Brasília lutar por esse orçamento”, acrescentou Procópio. 

O Prefeito de Jardim de Piranhas também ressaltou a importância de todos os segmentos se unirem e cobrar uma posição do Governo Federal. “Eu vejo a luta do Governador Robinson Faria, em Brasília, solicitando verbas para a obra de Oiticica”, frisou Elídio. 

Cumprindo a pauta, também foram repassadas informações sobre o andamento das obras envolvidas em Oiticica como a construção do cemitério, que se encontra com um percentual de execução de 80%, e a Nova Barra de Santana que tem 84 casas com a fundação concluída. As obras das unidades habitacionais, que estão sendo construídas pela Cehab, já estão em fase de conclusão. 

Uma equipe de engenheiros da Semarh esclareceu dúvidas técnicas relacionadas à construção das casas e como encaminhamento o Movimento vai solicitar ao Crea/RN uma equipe multidisciplinar para acompanhamento e fiscalização. 

Como encaminhamento, o movimento vai preparar um convite para os deputados da bancada estadual e federal, senadores do RN, diretor geral do Dnocs e ao Ministro da Integração para uma reunião em Barra de Santana sobre a necessidade da garantia dos recursos. 

“O Governo do Estado considera legítimos os pleitos do movimento e tem toda sensibilidade e interesse de buscar alternativas para atende-los. Estamos todos na mesma luta”, frisa Ivan. 

O lugar onde o reservatório está sendo construído se localiza sobre o rio Piranhas-Açu entre os municípios de Caicó e Jucurutu. A Barragem beneficiará diretamente 350 mil habitantes em 17 municípios do estado. Indiretamente a obra, com capacidade para 556 milhões de metros cúbicos, atenderá toda a população dos municípios do Seridó, Vale do Açu e região Central do Rio Grande do Norte, beneficiando mais de 500 mil pessoas. 

Estudante de Pedagogia do Ceres vence prêmio nacional de pesquisa 


O estudante de Pedagogia Geovar Miguel dos Santos, do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), ganhou o Prêmio de Incentivo à Pesquisa do 37º Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia com o trabalho “Experiências inovadoras na educação: subvertendo a lógica vigente da educação”. O trabalho vencedor abordou a educação inovadora e problematizou a escola enquanto instituição tradicional.

Para realizá-lo, Geovar Miguel tratou de três experiências educativas. A primeira é a Escola Projeto Âncora, na cidade de Cotia, São Paulo, em 1996; a outra é a Escola Ponte, na Vila das Artes, Portugal, 1976; e a Pedagogia Waldorf, em Stuttgart, Alemanha.

Walter Alves visita Acari, São João do Sabugi e Ipueira


O deputado federal Walter Alves (PMDB-RN) visitou, ontem (11), três cidades localizadas na região Seridó do Rio Grande do Norte. O parlamentar participou de reuniões em Acari e São João do Sabugi, e prestigiou a Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Ipueira.

O primeiro compromisso foi em Acari, a 215 quilômetros de Natal. Walter foi recepcionado pelo prefeito Isaías Cabral; vice-prefeito Fernandão, presidente da Câmara Municipal, José Ari Bezerra Dantas, vereador José Rivaldo (Bada) e ex-vereador José Gentil.

Logo em seguida, Walter Alves foi ao município de São João do Sabugi, a 298 quilômetros de Natal. Lá, o encontro foi com a prefeita Lydice Brito, vice-prefeito Didi de Zacarias, vereadores, secretários e lideranças políticas do município.

Programação do Setembro Amarelo terá “Jornada Seridoense de Valorização à Vida”


O Setembro Amarelo surgiu com o propósito de intensificar as ações de conscientização junto à população sobre a problemática do suicídio. A discussão a respeito dessa temática será ampliada durante a Jornada Seridoense de Valorização à Vida, que será realizada em Caicó, Parelhas, Currais Novos, São Fernando e Serra Negra do Norte, entre os dias 10 e 15 de setembro.

Durante o evento, vários profissionais das áreas da saúde, educação, assistência social e religiosos irão abordar o tema, através dos debates e mediações que serão realizadas no decorrer da Jornada. Entre os debatedores, estão o bispo diocesano de Caicó, Dom Antônio Carlos, Divino Félix, Pastor da Igreja Missão Evangélica, Sandra Kelly, diretora do CERES Caicó e Lourival Andrade, professor da UFRN.

De acordo com Daianni Murieli, psicóloga da Cáritas Diocesana de Caicó, a Jornada Seridoense de Valorização à Vida é importante por levar informações à sociedade e promover um alerta sobre o tema. “O evento contará com profissionais de renome da nossa região que falam com propriedade sobre o assunto”, destacou. Para conferir a programação completa é só clicar no link: http://bit.ly/2uqW3Iw

A Jornada Seridoense da Valorização e Apoio à Vida é uma realização da Diocese de Caicó, Associação de Ministros Evangélicos do Seridó, Cáritas Diocesana de Caicó, SEAPAC, UFRN, UERN, IFRN, 10ª DIRED – Governo do Estado, Prefeitura de Caicó, com apoio da Referência Comunicação.

Tribunal de Justiça se compromete em retirar Cruzeta e São João do Sabugi da lista das comarcas que serão extintas


A presidência do Tribunal de Justiça do RN se comprometeu em retirar as comarcas de Cruzeta e São João do Sabugi, da relação das que serão extintas pelo TJ.

O pedido para retirada partiu da OAB Subsecção de Caicó, que ainda luta para também retirar a comarca de Serra Negra do Norte da lista de comarcas extintas, e também uma articulação do desembargador Cláudio Santos, que recebeu autoridades dos dois municípios, esta semana em seu gabinete.

Presidente do CBH-PPA demonstra preocupação com indefinições nas obras da Barragem de Oiticicas


As indefinições em torno da liberação de recursos para as obras físicas e sociais da Barragem de Oiticicas, tem deixado o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, José Procópio de Lucena preocupado. Se por um lado as obras físicas, mesmo com lentidão avançaram a quase 60% da obra, as sociais vem recebendo muitas críticas.

Na física também tem conseqüências, já que paralisou recentemente por uns 30 dias, tem um mês de salário atrasado dos funcionários, mas como as empresas que compõem o Consórcio tem certa gordura, eles conseguem manter as atividades”, disse Procópio.

A preocupação maior do movimento tem sido com as obras sociais, onde o Consórcio Solo Moveterras vem sendo alvo de muitas críticas, por parte da população de Barra de Santana. Dentre as principais obras sociais estão a nova Barra e o Cemitério.

Existem críticas da comunidade de que a terraplenagem não foi feita como se exigia, tem também criticas a localização das casas e na localização dos pontos comerciais, tem crítica de que o partido urbanístico não cumpriu o acordo com a comunidade, dentre tantas outras”, finalizou.

Confira a entrevista de Procópio Lucena ao Panorama 95

Zenaide Maia prestigia Festival de Inverno em Cerro Corá


A deputada federal Zenaide Maia esteve nesse sábado (05) prestigiando o segundo dia de programação do XV Festival de Inverno de Cerro Corá. A deputada fez questão de visitar cada barraca, sendo calorosamente recepcionada por todos que ali estavam. Na oportunidade, Zenaide Maia aproveitou para rever amigos de longas datas.

A visita em Cerro Corá foi acompanhada pelo seu esposo, ex-prefeito Jaime Calado, pela ex-vice-prefeita do município, Ana Maria Silva (PR), do secretário geral da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Norte (Fetarn), Francisco José da Silva, esposo de Ana Maria, do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio e sua esposa Tereza Maia. Neste domingo, Zenaide Maia foi para Ipueira, onde participou da Festa do Agricultor. 

Semarh nega demissões em massa nas obras sociais da Barragem de Oiticicas


A título de esclarecimento dos fatos relatados no último post do Blog, sobre a construção da Nova Barra de Santana, a assessoria de imprensa da Secretaria de Recursos Hídricos do RN enviou a seguinte nota: 

Não houve nenhuma demissão em massa. O que acontece  durante a construção de uma grande obra como a Barragem de Oiticica é a desmobilização de frentes de trabalho que concluíram alguma ação específica, ou seja que cumpriram o serviço que estava programado para elas. Sendo assim, é comum que no decorrer da obra, sejam efetuadas demissões ou novas contratações, caso seja necessário. 

A Semarh está atenta e prioriza mão de obra local, que esteja apta tecnicamente para compor o quadro de funcionários das empresas contratadas para a execução do complexo de obras envolvidas na Barragem.

O ritmo da obra está vinculado à questão orçamentária. O que está sendo construído foi planejado em cima da garantia financeira recebida por parte do Governo Federal. Para o cumprimento dos prazos acordados é necessário que o Ministério da integração mantenha o ritmo e volume integral dos repasses. 

Isso foi frisado numa reunião realizada, esta semana, com diretor Geral do departamento, Angelo Guerra, para tratar de detalhes financeiros. As demandas que cabem o Governo do Estado estão sendo todas cumpridas. 

Neste momento, a Semarh aguarda a aprovação da nova nota técnica enviada ao DNOCS, onde foram incluídas as obras adicionais como a tomada de água para a transposição e a construção das agrovilas, sendo esta última um pleito do Movimento dos Atingidos pela Construção da Barragem, endossado pela Semarh.

Acreditamos na sensibilidade do Governo Federal, por meio do Dnocs e do Ministério da Integração, para que esta aprovação aconteça o mais rápido possível e que seja garantida a liberação dos recursos que permitirão o pleno andamento da obra e afastarão qualquer dúvida sobre paralisação.

Estamos  à disposição para qualquer outro esclarecimento. 

Assessoria de imprensa Semarh

Semarh e Caern planejam ações para melhorar o abastecimento na Serra de Santana  


Uma reunião realizada na manhã desta sexta-feira (4), na Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) discutiu a situação de abastecimento de comunidades rurais abastecidas pela adutora da Serra de Santana. 

O encontro, que foi um desdobramento de uma audiência pública realizada, na última quarta (02), no município de Lagoa Nova, foi coordenado pelo Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, e contou com a presença do Presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), Marcelo Toscano, o Prefeito de Bodó e Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saneamento da Serra de Santana (Conisa), Marcelo Filho, representantes de associações de moradores e técnicos da Companhia. 

Na oportunidade, a Caern apresentou o Plano original de Abastecimento da adutora Serra de Santana e a atual situação do sistema. Também foram discutidas diversas ações necessárias para otimizar a distribuição de água, como um trabalho de educação ambiental sobre uso racional, conserto de tubulação, reservatórios e hidrômetros, fiscalização de ligações irregulares e revisão da tarifa cobrada.  

Um dos encaminhamentos do encontro foi a elaboração de um novo plano, pela Caern, que vai definir e separar o abastecimento pelas sete cidades da Serra de Santana. Ele será apresentado na próxima reunião, marcada para o próximo dia 15.  

A companhia também vai elaborar um diagnóstico contendo uma avaliação dos sistemas de distribuição que atendem as comunidades, levando em consideração todas as ramificações que foram desenvolvidas, sem projetos, para ampliar o abastecimento na zona rural. Para realização desse diagnóstico, as prefeituras da Serra de Santana entregarão um levantamento topográfico de cada comunidade que tem rede de abastecimento.  

Também participaram da reunião representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetarn), Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf), Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos comunitários (Seapac) e vereadores. 

Termo de referência para projetos de reuso de água em municípios potiguares e paraibanos será concluído nesta quinta-feira


O coordenador do Centro de Apoio ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, Emídio Gonçalves estará nesta quinta-feira (03) em Campina Grande/PB, com o objetivo de participar de reunião com o INSA (Instituto do Semiárido), onde na oportunidade será concluído o termo de referência para os projetos de reuso de água nos dois Estados que contemplam a Bacia. Pelos projetos serão contempladas as cidades de Serra Negra do Norte, São Fernando e Jucurutu, no Rio Grande do Norte e Sousa, Pombal e Itaporanga, na Paraíba.

Cruzeta tem o maior limite prudencial do Seridó, e São Fernando o menor


Através de informações do Diário Oficial dos Municípios, o Blog do Marcos Dantas chegou a relação da atual situação do Limite Prudencial 2017 dos Municípios do Seridó. Cruzeta tem o maior deles, com 70,12%, enquanto que São Fernando o menor com 30,57%.

  • Cruzeta – 70,12%
  • Lagoa Nova – 69,61%
  • Parelhas – 68,43%
  • Cerro Corá – 67,44%
  • Jardim do Seridó – 62,24%
  • Ipueira – 62,11%
  • Carnaúba dos Dantas – 61,11%
  • Florânia – 60,63%
  • Bodó – 59,57%
  • Caicó – 58,77%
  • Currais Novos – 56,83%
  • Santana do Seridó – 56,72%
  • Jardim de Piranhas – 55,09%
  • Acari – 55,63%
  • Equador – 54,65%
  • São Vicente – 52,27%
  • Jucurutu – 52,02%
  • Tenente Laurentino Cruz – 49,17%
  • São João do Sabugi – 49,12%
  • Timbaúba dos Batistas – 48,23%
  • São José do Seridó – 45,01%
  • Serra Negra do Norte – 43,08%
  • São Fernando – 30,57%
  • Ouro Branco – Não tivemos acesso

Sebrae quer concluir selo de indicação geográfica do bordado até o final de 2018


Uma das metas do Sebrae para potencializar a cadeia produtiva do bordado é a conquista do selo de indicação geográfica. Esse trabalho está sendo desenvolvido há cerca de três anos, através de parceria entre o Sebrae e o Cracas.

“Essa meta deverá ser cumprida até o final de 2018 e será muito importante para o fortalecimento do bordado”, afirma José Rangel, consultor do Sebrae em Caicó responsável pelo projeto. Ele explica que o selo garante a autenticidade dos produtos que são feitos com um viés artístico com características regionais, em cidades como Caicó, Timbaúba dos Batistas, Jardim de Piranhas e Jardim do Seridó.

João Hélio Cavalcanti aponta que a indicação geográfica é um processo longo, mas que dará autenticidade ao bordado produzido no Seridó e poderá alavancar a economia da região, “O Sebrae vem trabalhando o fortalecimento do bordado e o selo de indicação geográfica vai ampliar mercados e conceder a titularidade a uma atividade econômica que é tão importante para a economia da região”, destacou.

Rafael Motta cumpre agenda no Seridó


O deputado federal Rafael Motta (PSB) cumpre neste fim de semana agenda nas regiões Seridó e Oeste do Rio Grande do Norte. O parlamentar visita desde sábado municípios que foram beneficiados com emendas parlamentares destinadas por ele, e os municípios estão comemorando os festejos de Sant´Ana como Campo Grande e Caicó. Além disso, Jardim do Seridó e Serra Negra do Norte também estão entre as cidades visitadas por Rafael Motta.

O primeiro município que recebeu a visita do deputado Rafael Motta foi Jardim do Seridó, e na ocasião, o parlamentar esteve n o Hospital Maternidade Dr. Ruy Mariz, ao lado do vereador Iron Jr. O local foi beneficiado com emenda de R$ 120 mil, destinada pelo deputado federal Rafael Motta para a compra de equipamentos.

Depois, o federal visitou a Praça de Caicó e circulou ao lado da liderança Artur Maynard, sendo parabenizando por vários caicoenses pelo posicionamento contra a reforma trabalhista e Previdência, e favorável ao recebimento da denúncia contra o presidente Michel Temer. Rafael Motta terminou o sábado na Festa de Sant´Ana de Campo Grande, onde Rafael Motta foi recebido pelo prefeito Manoel Veras. Neste domingo (29), Rafael Motta visitou a cidade de Serra Negra do Norte, para onde também destinou emendas parlamentares, e depois, retornou a Caicó para participar da tradicional Procissão de Sant’Ana.

Sucesso da ACAPMEL contribuiu para a implantação de projeto de Cajucultura em município paraibano


Aconteceu no último dia 20 de Julho na cidade de Mari (PB), a implantação do Projeto da cajucultura, com o apoio do Governo do Estado através da EMATER-PB e EMEPA (Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária). O prefeito Antônio Gomes e equipe implantaram a Cajucultura no município, doando mais de 10 mil mudas de cajueiro anão precoce da espécie CCD 076.

Com uma semana toda de programação voltada para o Projeto, o presidente da ACAPMEL, José Luiz colaborou diretamente ministrando palestras levando ao conhecimento de todos o sucesso da cajucultura em sua propriedade, consorciado com a apicultura, que já é provado cientificamente que devido a polinização das abelhas aumenta a sua produção em torno de 30%.

A propriedade de José Luiz está localizada no Sítio Ceará, município de Lagoa Nova/RN, onde o mesmo emprega todas as técnicas de sustentabilidade em sua área, que seu forte de produção é a fruticultura, com destaque para a cajucultura juntamente com pinha e consorciado com a apicultura, hoje vem desempenhando um grande êxito na comunidade, e levando este caso de sucesso para contribuir até em outros estados.