Trapiá Semente chega a Equador, RN, integrando festejos da emancipação política

Nesta terça-feira, 15 de março, a cidade de Equador, aqui no Seridó, recebe o Projeto Trapiá Semente, que tem objetivo de semear teatro na região.
 
Trapiá Semente chega em Equador, RN, integrando as comemorações pela emancipação política do município. Na Praça de Eventos Zequinha Sanfoneiro acontece apresentação do espetáculo Menino Pássaro, às 9h e às 15h, que traz uma história de valorização da liberdade como fortalecimento dos laços, como a amizade.
 
Também nesta terça-feira, 15, ocorre workshop de iniciação teatral com o ator e arte-educador Alexandre Muniz, às 18h, no Clube Municipal de Equador.  Conforme Maria Laura, arte-educadora, o projeto surpreendeu as expectativas, inclusive no número de adolescentes inscritos, que ultrapassou 50 inscrições. 
 
“A expectativa é grande, até porque é o primeiro projeto que abraça Equador. A gente ficou muito feliz, tanto eu como arte-educadora, quanto todos que fazem a Prefeitura Municipal. Estamos ansiosos para colocar em prática”, destaca.
 
Trapiá Semente permanece na cidade por um período de seis meses, com oficinas que orientam sobre montagem de espetáculo. Para isso, acontecem oficinas de bonecaria com o artista Emanuel Bonequeiro, e sobre elementos de direção de arte com Custódio Jacinto.
 
A realização é da Trapiá Cia Teatral e conta com apoio da Prefeitura Municipal e Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, tendo principais custos através da Lei Câmara Cascudo, via Edital Transformando Energia em Cultura, do Instituto Neoenergia. O projeto tem patrocínio da Cosern e Governo do RN, através da Fundação José Augusto.