Suspeito de matar mototaxista em Goianinha é preso e confessa crime à PM

A Polícia Militar da cidade de Nova Cruz, no Agreste Potiguar, prendeu na manhã desta segunda-feira, 19, João Batista de Oliveira, de 28 anos, suspeito de ter matado o mototaxista Gerson Kennedy Ferreira, de 23 anos, no último dia 12. Nenê Camarão, como é conhecido, confessou aos policiais que matou a vítima após contratá-lo para realizar uma corrida entre as cidades de Santo Antônio e Goianinha.

De acordo com a Polícia Militar, Nenê Camarão afirmou que efetuou o crime por “não ter o dinheiro para pagar a viagem”. Ele foi encontrado no distrito de Lagoa dos Currais, zona rural de Nova Cruz, onde foi abordado enquanto se deslocava em destino a sua residência.

O acusado foi conduzido a 6° DRP (Delegacia Regional de Polícia) de Nova Cruz, para cumprimento do Mandado de Prisão que já havia sido expedido pelo juízo criminal da Comarca de Goianinha.

O caso

O mototaxista Gerson Kennedy Ferreira, de 23 anos, foi encontrado morto na tarde da última quinta-feira, 15, em uma área de mata da zona rural de Goianinha, região da Grande Natal. Gerson estava desaparecido desde a última segunda-feira, 12, quando saiu para fazer uma corrida saindo de Santo Antônio – cidade onde residia e trabalhava – até Goianinha.

De acordo com o Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep), a suspeita é de que a vítima foi morta a pauladas. O corpo estava escondido embaixo de folhagens, segundo as autoridades. Peritos e policiais civis foram até o local para remover o corpo do mototaxista. Gerson deixou mulher e dois filhos, um de três e outro de cinco anos de idade.