Policial que assassinou advogada seridoense é excluído dos quadros da Polícia Militar

O Diário Oficial trouxe esta semana a portaria de exclusão de Gleyson Alex de Araújo Galvão, dos quadros da Polícia Militar do RN. Ele foi condenado no dia 31 de Julho deste ano, a 20 anos de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado, pelo Tribunal do Júri da Comarca de Santo Antônio, pelo assassinado de sua então namorada, a advogada parelhense Vanessa Ricarda de Medeiros, de 37 anos.

Além de ter sido condenado a prisão, Gleyson também teve decretada a perda de cargo público, com fundamento no artigo 382, do CPC, C/C artigo 92, Inciso I, Alínea “b” do CP. Pela portaria, o comandante imediato do ex-militar estadual terá que apresentar na Diretoria de Pessoal – DP/2 a carteira de identidade militar e na Diretoria de Apoio Logístico (DAL) o fardamento do ex-policial.