Kofi Annan, secretário-geral da ONU por uma década, morre aos 80 anos

Da Folha – Kofi Annan, um dos diplomatas mais célebres do mundo e um símbolo da Organização das Nações Unidas, morreu na madrugada deste sábado (18). Ele tinha 80 anos. A morte de Annan foi confirmada em um tweet pela fundação que leva o nome dele. De acordo com o anúncio, o primeiro negro a se tornar secretário-geral da ONU morreu em um hospital na cidade de Berna, na Suíça, depois de uma curta doença não especificada.

“Com imensa tristeza a família Annan e a Fundação Kofi Annan anunciam que Kofi Annan, ex-secretário geral das Nações Unidas e prêmio Nobel da Paz, morreu de forma pacífica neste sábado, 18 de agosto, depois de uma curta doença”, informou o comunicado. “Onde quer que houvesse sofrimento ou necessidade, ele estendeu a mão e tocou muitas pessoas com sua profunda compaixão e empatia”, disse a fundação.