Diminuição do vento favorece a maior ocorrência de chuvas de brisa

As condições dinâmicas que estão atuando sobre o Oceano Atlântico Sul estão influenciando a ocorrência de chuvas desde ontem (11), nas microrregiões leste e agreste do RN. O Centro de Alta Pressão tanto diminuiu sua intensidade como deslocou-se para a direção leste da sua posição normal, favorecendo a diminuição do vento e a formação de chuvas.

“Associadas as condições de temperaturas das águas e a umidade, o cenário é favorável para as chamadas chuvas de brisa”, explica o Chefe da Unidade Instrumental de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot. Para os próximos dias essa condição de céu parcialmente nublado e pancadas de chuvas a qualquer hora do dia deverão continuar a acontecer.