Caicó vê patrimônios irem ao chão sem políticas de preservação

Quais imóveis de Caicó são tombados? Quais manifestações culturais são registradas como patrimônio imaterial? Sem uma política de preservação do patrimônio, Caicó vê pontos de memória serem apagados sem nenhuma intervenção do poder público.

Essa terça-feira (18) será mercada pela demolição de uma das edificações mais emblemáticas de Caicó. A residência de Marieta Costa foi vendida e os novos proprietários decidiram demolir a casa centenária, um símbolo arquitetônico da avenida principal de Caicó.

O historiador Marcos Paulo destaca que o imóvel não era tombado e defende que o fato de hoje provoque um debate sobre a preservação do patrimônio material e imaterial de Caicó. “Com a demolição uma parte da história de Caicó foi apagada: 107 anos de estórias contadas sob a ótica de um monumental cor de rosa, que ficará somente no imaginário do povo caicoense”, frisa Marcos Paulo.

Sem ações de tombamento e preservação, muitos outros exemplares arquitetônicos da cidade podem “ir ao chão”. “Hoje fui testemunha de um dos maiores crimes contra o patrimônio arquitetônico de Caicó. Uma cidade sem memória é uma cidade sem história. É urgente uma atualização do código de obras dessa cidade sem lei”, destaca Ney Douglas, arquiteto e urbanista.

É função do Poder Público Municipal dispensar proteção especial ao patrimônio natural e cultural do Município, regulamentando, a partir de leis, políticas de registro, tombamentos e preservação.

É preciso que o Município de Caicó comece a relacionar o que é de interesse público, dado o valor histórico, artístico, ecológico, bibliográfico, documental, religioso, folclórico, etnográfico, arqueológico, paleontológico, paisagístico, turístico e científico. O poder público, até hoje, não se propôs a regulamentar nossos patrimônios” critica o advogado Augusto Maia. Ele sugere que seja instituído um Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e Caicó crie um Livro do Tombo Municipal destinado à inscrição dos bens que o Conselho considerar de interesse de preservação para o Município.

Por Caicó Criativa (Perfil no Instagram)