Bolsonaro se reúne com futuros ministros para tratar da estrutura do novo governo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, se reuniu nesta quinta-feira (6), com os futuros ministros que irão compor a sua equipe a partir do dia 1º de janeiro de 2019.

O encontro foi marcado para que fosse apresentado à Bolsonaro como ficará a estrutura dos ministérios para o próximo governo. Na realidade, os trabalhos do governo de transição já vêm ocorrendo desde 5 de novembro, no CCBB, em Brasília.

Porém, conforme novos nomes vão sendo anunciados, técnicos e autoridades do atual governo começam a se debruçar, junto com os futuros ministros, sobre a estrutura esperada para o próximo mandato Executivo.

Recentemente, o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, que foi confirmado para a Casa Civil, divulgou como deveria ser a estrutura definitiva da Esplanada dos Ministérios no governo de Jair Bolsonaro.

Segundo ele, de um total de 22 pastas, estão incluídos Banco Central (BC) e Advocacia-Geral da União (AGU), que deverão perder o status de ministério na próxima gestão, reduzindo posteriormente o número de pastas a 20.

Nesta quinta-feira (6), a equipe de Bolsonaro anunciou também quem vai assumir o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. A advogada e pastora evangélica, Damares Alves, ficará a frente da nova pasta e também vai comandar a Fundação Nacional do Índio, a Funai. Bolsonaro ainda precisa confirmar mais um nome do novo governo: de quem vai comandar a pasta do Meio Ambiente.