Apesar do PT, deputados do PSOL decidem não apoiar reeleição de Lira

Os deputados do PSOL decidiram não apoiar a reeleição de Arthur Lira para a presidência da Câmara dos Deputados. A decisão foi divulgada nesta terça.

Segundo a líder do partido na Câmara, Sâmia Bonfim, o motivo para o PSOL não apoiar o cacique do PP foi a sua relação com Jair Bolsonaro nos últimos anos e também a adoção do chamado orçamento secreto.

“Ele foi um dos principais responsáveis pela agenda bolsonarista no Brasil e também segue em silêncio diante dos atos golpistas e antidemocráticos”, disse. “E claro, ele foi o responsável pela instauração e funcionamento do orçamento secreto”.

Sâmia afirmou que a bancada do partido buscará “diálogos e articulações” para viabilizar uma alternativa ao nome de Lira.

O PSOL esteve na chapa de Lula à Presidência, mas não acompanhará a orientação recente do PT de apoiar Lira em sua empreitada na Câmara. Os petistas não querem correr o risco de ter o presidente da Câmara na oposição ao governo, como ocorreu no período em que Dilma Rousseff era presidente e Eduardo Cunha comandava a Casa.

Da Veja