Agripino defende guerra ao tráfico de drogas e maior policiamento das fronteiras

O senador José Agripino (DEM-RN) avalia que a grande causa dos problemas de segurança pública no Brasil o tráfico de drogas. Discursando nesta terça-feira (6) na sessão temática do Senado sobre o assunto, ele defendeu uma intensificação do combate à entrada e comercialização de drogas no país.

“A razão de grande parte da violência a que o Brasil assiste é o tráfico de droga. Existem outros condicionantes, mas esse é o mais importante. Temos que dar prioridade a isso no combate à violência. Temos que matar o mal na raiz. Temos que abrir uma guerra”, disse o senador.

Agripino ressaltou que o Brasil quase não produz drogas internamente e que o tráfico se abastece pelas fronteiras. Dessa forma, segundo ele, é necessário dar atenção ao policiamento nessas regiões. O senador também argumentou a favor do fim da progressão de penas, que, para ele, estimula a reincidência criminal.

O estado de Agripino, o Rio Grande do Norte, foi palco de uma das maiores rebeliões do país em 2017, quando uma facção criminosa executou 26 membros de um grupo rival. O senador lembrou o fato para destacar que o tráfico tem força nos presídios e consegue articular suas ações tanto dentro quanto fora deles, além de usar o dinheiro do comércio de entorpecentes para “cooptar” segmentos das forças policiais.