Secretário da Semarh visita complexo de obras da Barragem de Oiticica


O Secretário Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, fez uma visita, ontem, (15), ao complexo de obras que envolvem a construção da Barragem de Oiticica, em Jucurutu. O Secretário adjunto, Mairton França, o adjunto da Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara), Antônio Carlos, e a equipe técnica da Semarh e da KL, empresa supervisora da obra, também participaram da vistoria técnica.

Além de verificar a estrutura da parede principal do reservatório, toda equipe também conferiu as obras de preparação do terreno (terraplenagem) para construção dos prédios da nova Barra de Santana e as escavações dos jazigos do novo cemitério, equipamento indicado pelos moradores como prioritário a ser entregue. De acordo com Ivan, as obras da Barragem de Oiticica seguem em ritmo Normal.

Também já foi iniciada a construção das unidades habitacionais para moradores inquilinos. O Governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação e Desenvolvimento Urbano do RN (Cehab), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), aderiu ao Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH), do Ministério das cidades, para viabilizar moradia própria a quem mora de aluguel em Barra de Santana.

“Nossa orientação às empresas envolvidas é que o trabalho se mantenha num ritmo que permita a manutenção do atual cronograma, onde é prevista a conclusão da obra para dezembro de 2017” disse Ivan. O secretário também frisou que para cumprir o cronograma é necessário que o Governo Federal, através do Ministério da Integração, mantenha em dia os repasses financeiros.

Barra de Santana

A nova comunidade será construída no local conhecido como Alto do Paiol. Serão 254 lotes residenciais, uma quadra com 10 lotes para o desenvolvimento de atividades não poluentes, equipamentos públicos, centro de comércio e serviços, templo da Igreja Católica, praças urbanizadas e toda a infraestrutura urbana necessária à pavimentação das vias correspondentes.

Oiticica

A Barragem de Oiticica, que custará R$ 415 milhões, beneficiará diretamente 350 mil habitantes em 17 municípios do estado. Indiretamente a obra, com capacidade para 560 milhões de metros cúbicos, atenderá toda a população dos municípios do Seridó, Vale do Açu e região Central do Rio Grande do Norte, beneficiando mais de 500 mil pessoas.

Além do aumento da oferta de água para a região Seridó, a barragem de Oiticica também vai contribuir para reduzir o risco de inundações no Vale do Açu, e irá integrar o complexo de obras do Programa de Integração do São Francisco.