HUOL  seleciona pacientes para pesquisa sobre Fibromialgia


O Laboratório de Pesquisa Clínica e Epidemiológica (PesqClin), do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), está selecionando voluntários para pesquisa sobre tratamento em Fibromialgia, síndrome clínica, que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura, e cursa com sintomas de fadiga, intolerância ao exercício, depressão e sono não reparador.

“Os interessados devem ser pacientes com diagnóstico fechado da doença. Quem ingressar no programa não entrará na fila do agendamento, terá dois meses de monitoramento e poderá ter como benefício acesso a um tratamento não medicamentoso extremamente seguro e de expressivos resultados científicos, através da estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC)”, explica o fisioterapeuta Rodrigo Pegado, coordenador da pesquisa.

Serão 100 pacientes selecionados, mas alguns não terão a neuroestimulação efetivamente aplicada, em razão do comparativo que requer o estudo. No entanto, mesmo esses costumam obter benefícios, uma vez que estarão em monitoramento e sem conhecimento do grupo que integram na pesquisa, além de contribuir para avanços na doença de causa ainda desconhecida e carente de tratamento resolutivo.

De acordo com a Sociedade Brasileira para Estudo da Dor, 2% da população brasileira sofre de Fibromialgia, síndrome que atinge cerca de 68.000 pessoas no Rio Grande do Norte, sendo 90% dos casos mulheres. Os interessados em participar da pesquisa devem entrar em contato com os pesquisadores, através dos números (84) 99915-0043/ (84) 99948-4700.