Marcos Dantas

Estudantes do Movimento Ocupa Ceres não querem “pagar fatura” pelo adiamento das provas do Enem


Se tem uma coisa que os estudantes que estão ocupando as dependências do Ceres da UFRN em Caicó, em protesto contra a PEC 241 não querem, é “pagar a fatura” pelo adiamento das provas do ENEM, marcadas para o próximo final de semana no local. Alguns dos estudantes que integram o Movimento Ocupa Ceres estiveram hoje no Panorama 95 (Rural FM) e deixaram claro que, em acordo feito entre o Movimento, a direção do Ceres e o MEC, o combinado foi que a ocupação seria suspensa apenas nesta sexta (04), sem trazer qualquer prejuízo a preparação do local para o ENEM. Independente da ocupação, no Ceres as aulas prosseguirão normalmente até a sexta, e todos os outros locais de provas do ENEM em Caicó só serão entregues ao MEC também na sexta.

Matheus Medeiros, um dos entrevistados no programa disse que se alguém descumpriu o combinado, esse não foi o Movimento e sim o MEC que desistiu de esperar pela desocupação da sexta, e já antecipou a noticia de que as provas marcadas para a UFRN de Caicó seriam adiadas. Ele não descarta que a intenção do Governo Federal seja, simplesmente de criminalizar o Movimento dos estudantes.

Confira a entrevista