Defesa de Lula entra com recurso contra condenação de Moro no caso do triplex

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recorreu da decisão do juiz Sérgio Moro, que condenou Lula a 9 anos e meio de prisão, no caso que envolve um triplex no Guarujá.

No entendimento do Ministério Público Federal e do juiz Sérgio Moro, o triplex seria uma contrapartida paga ao petista por contratos obtidos pela empreiteira OAS com a Petrobras. A defesa do ex-presidente alega, no entanto, que a acusação desconsiderou elementos de prova que mostrariam que Lula jamais teve a propriedade ou a posse do referido imóvel.