Vídeo: Terremoto em Taiwan destrói ‘cabeça’ da Ilha da Tartaruga; veja antes e depois

Ilha da Tartaruga perde 'cabeça' em terremoto no Taiwan
Ilha da Tartaruga perde 'cabeça' em terremoto no Taiwan — Foto: Shuttersctock

Um terremoto potente com magnitude 7.2 graus deixou pelo menos nove mortos e centenas de feridos em Taiwan, nesta quarta-feira. O abalo sísmico provocou danos em vários edifícios e desatou alertas de tsunami na costa leste da Ásia. Durante os tremores, a ilha de Guishan, conhecida como Ilha da Tartaruga por seu formato, foi atingida e perdeu parte de seu desenho característico.

Localizado no meio do mar, o ponto turístico é conhecido pelo formato das montanhas da ilha. Nesta quarta-feira, ela foi parcialmente destruída pelo terremoto, perdendo parte da rocha que formava a “cabeça da tartaruga”.

Nas redes sociais, imagens gravadas por navegantes locais mostram uma nuvem de fumaça na parte da frente da ilha, onde parte da pedra deslizou para o mar. O site taiwanês Creaders informou que não havia barcos ou turistas nas proximidades no momento do desabamento. Portanto, não houve vítimas.

As autoridades taiwanesas afirmaram que o terremoto e os tremores secundários foram os mais intensos na ilha em 25 anos. Também alertaram que outros sismos podem acontecer nos próximos dias.

Sete mortes aconteceram no condado de Hualien, o ponto mais próximo ao epicentro do terremoto. Na manhã desta quarta-feira, as autoridades confirmaram outras duas mortes, segundo a BBC. O Corpo de Bombeiros informou que mais de 800 pessoas ficaram feridas, sem especificar a gravidade.

A Agência Meteorológica Japonesa calculou a magnitude do terremoto em 7,5, embora o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) tenha afirmado que foi de 7,4. Segundo o USGS, o terremoto teve epicentro 18 km ao sul de Hualien.

Houve relatos de desabamentos de terra, e o sistema de trens de alta velocidade foi suspenso em toda a ilha por tempo indeterminado. Escolas foram fechadas, e abrigos foram disponibilizados para a população — as autoridades temem que as estruturas urbanas, embora projetadas para suportar os abalos, possam ceder com tantos tremores secundários, alguns deles com magnitude 5.

Cerca de 87 mil pessoas ficaram sem energia na ilha, e houve quedas no sinal de internet. As empresas responsáveis pelos serviços afirmaram que os reparos já estão em curso. Um correspondente do New York Times em Taipei disse que os estragos na cidade de 2,5 milhões de pessoas foram pontuais, mas que os prédios chacoalharam. O metrô também foi temporariamente suspenso em toda a região metropolitana.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.