Vereadores de Canguaretama decidem que prestação de contas será semanal, relacionadas à pandemia

A Câmara Municipal de Canguaretama conseguiu derrubar o veto da prefeita Fátima Marinho sobre a obrigatoriedade da prestação de contas, com periodicidade semanal, de receitas e despesas relacionadas à pandemia por Covid-19. Na última sessão, realizada por videoconferência, votou pela derrubada do veto do Projeto de Lei 05/2020, de autoria da presidente da Câmara, vereadora Irmã Lila (PSDB).

“O Projeto tem caráter de transparência, por isso não entendemos a dificuldade da Prefeitura em não querer prestar contas. Sabemos que mais de R$ 1,5 milhão já está nos cofres públicos para o combate a Covid-19, e a população quer saber o que está sendo feito com esse dinheiro, é nosso direito e vamos cobrar”, reforça Irmão Lila. A partir de agora, a Prefeitura de Canguaretama tem 48 horas para se manifestar sobre a derrubada dos vetos, caso contrário a presidente da Câmara poderá promulgar os Projetos, que se tornarão Leis.

Projeto já havia sido aprovado por unanimidade pelo legislativo, e tem autoria da Presidente da Câmara Municipal, Irmã Lila.