Terremoto para fábrica de chips em Taiwan e analistas temem impacto para economia global

Bombeiros trabalham em resgate após terremoto em Taiwan
Bombeiros trabalham em resgate após terremoto em Taiwan — Foto: HANDOUT/HUALIEN FIRE DEPARTMENT/AFP

O maior terremoto de Taiwan em 25 anos interrompeu a produção das empresas de semicondutores da ilha, aumentando a possibilidade de consequências para o setor de tecnologia e talvez para a economia global.

As possíveis repercussões são significativas devido ao papel fundamental que Taiwan desempenha na fabricação de chips avançados, a base de tecnologias que vão desde inteligência artificial e smartphones até veículos elétricos.

Uma das empresas afetadas foi a Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC), principal fornecedora da Apple e da Nvidia, que interrompeu a fabricação de alguns chips, retirou a equipe de algumas fábricas e está avaliando o impacto de um terremoto de magnitude 7,4 na costa leste.

A concorrente local de menor porte, a United Microelectronics (UMC), também interrompeu a produção em algumas fábricas e evacuou algumas instalações em seus centros de Hsinchu e Tainan, informou em um comunicado.

As empresas taiwanesas, desde a TSMC até a ASE Technology Holding, fabricam e montam cerca de 80% a 90% dos chips de ponta necessários para aplicativos avançados, como smartphones e IA, e também carros elétricos, em fábricas vulneráveis até mesmo aos menores tremores.

Taiwan é propenso a terremotos porque está próximo à convergência de duas placas tectônicas, e uma única vibração pode destruir lotes inteiros de chips fabricados com precisão.

As ações da TSMC caíram 1,3%, enquanto as da UMC registraram perdas de quase 1%.

— Alguns dos chips de ponta precisam de operações ininterruptas 24 horas por dia, 7 dias por semana, em um estado de vácuo por algumas semanas — disseram os analistas Bum Ki Son e Brian Tan. — A interrupção das operações nas áreas industriais do norte de Taiwan pode significar que alguns chips de ponta em produção podem ter sido danificados.

Um terremoto de magnitude 7,4 causou o desabamento de pelo menos 26 prédios, nove mortes e ferimentos em 57 pessoas em Taiwan, sendo que grande parte das consequências ainda é desconhecida. A Taiwan Semiconductor Manufacturing Co (TSMC)., a maior fabricante mundial de chips avançados para clientes como a Apple e a Nvidia, interrompeu a fabricação de alguns tipos de chips e retirou as equipes de algumas unidades. A United Microelectronics Corp. também parou o maquinário em algumas fábricas e evacuou algumas instalações em seus centros de Hsinchu e Tainan.

Taiwan é o principal produtor dos semicondutores mais avançados do mundo, incluindo os processadores que estão no coração dos iPhones mais recentes e os chips gráficos da Nvidia que treinam modelos de inteligência artificial (IA), como o ChatGPT, da OpenAI.

A TSMC se tornou o eixo da tecnologia porque é a mais avançada na produção de chips complexos. Taiwan é a fonte de cerca de 80% a 90% dos chips mais sofisticados – não há efetivamente nenhum substituto.

Jan-Peter Kleinhans, diretor do projeto de tecnologia e geopolítica do think tank Stiftung Neue Verantwortung, com sede em Berlim, chamou Taiwan de “potencialmente o ponto único de falha mais crítico” no setor de semicondutores.

A inteligência artificial é o setor mais quente da tecnologia no momento, e líderes como Sam Altman, da OpenAI, e Jensen Huang, da Nvidia, alertaram sobre a escassez dos chips necessários para o treinamento de novos serviços de IA.

Todos os pedidos de IA da Nvidia agora vão para a TSMC, portanto, mesmo que haja breves interrupções na produção de ponta da empresa, é provável que haja repercussões. Muito dependerá de quais fábricas a empresa evacuou e da rapidez com que poderá retomar as operações normais.

Qualquer impacto na infraestrutura de logística e energia de Taiwan também afetaria as entregas dos chips mais recentes. A TSMC e outros fabricantes de chips ainda não detalharam qual será o impacto do terremoto.

A fabricação de chips é extremamente complicada e, durante décadas, a TSMC optou por concentrar suas instalações de fabricação na ilha para que os engenheiros pudessem trabalhar juntos para ajustar as máquinas e compartilhar seus conhecimentos. A empresa foi tão bem-sucedida que correu à frente de rivais como a Intel e a Samsung Electronics.

No entanto, com o aumento das preocupações com a segurança nacional e as interrupções na cadeia de suprimentos causadas pela Covid, os governos dos Estados Unidos, da Europa e do Japão pediram à TSMC que diversificasse sua produção geograficamente.

Como resultado, a TSMC está agora construindo fábricas de chips no Japão e nos EUA, mas essas linhas de produção não serão para os chips mais avançados.

Taiwan é propenso a terremotos porque está próximo à convergência de duas placas tectônicas. É também um ponto de inflamação política. O Partido Comunista Chinês considera a ilha uma província renegada e prometeu reunir o território em uma China maior.

A ilha, com cerca de 23,5 milhões de habitantes, está entre as democracias mais vibrantes da Ásia e os eleitores deste ano apoiaram um candidato do Partido Democrático Progressista, que concorreu para manter o status quo. O governo de Joe Biden também alertou Pequim sobre a tentativa de assumir o controle de Taiwan pela força.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.