Startup potiguar é uma das cinco vencedoras nacionais do Projeto Capital Empreendedor 2021

Depois de ser aprovada em todas as quatro etapas do Ciclo 2021 do Projeto Capital Empreendedor, a startup potiguar Faceponto foi eleita entre os cinco melhores negócios inovadores para se investir, entre os 956 participantes de todo o programa. O resultado foi divulgado durante a quinta e última fase, o Circuito de Investimento, realizada pelo Sebrae, nesta quinta-feira (25), em São Paulo.

Com o reconhecimento, a Faceponto sagra-se como a única startup do Rio Grande do Norte a receber investimentos na edição atual do Capital Empreendedor e a única a fechar negócios no “Dia D” do evento entre todas as quatro edições já realizadas. Com isso, a empresa ampliará os negócios para todo o Brasil.

A conquista veio após a ferramenta de gestão de jornada de trabalho interagir, a partir de rodadas de negócios, com instituições de fomento, investidores Anjo, aceleradoras, plataformas de crowdfunding de investimento e fundos de investimentos.

“Esse reconhecimento veio para somar tantos outros que já conquistamos e nos mostra que estamos no caminho certo da inovação e tecnologia, solucionando gargalos e ajudando a alavancar todo o ecossistema de negócios. Além disso, mostramos que o Nordeste e o Rio Grande do Norte são capazes de realizar coisas grandiosas”, comemora o CEO Cássio Leandro.

Ao longo da participação do Capital Empreendedor, a Faceponto participou de workshops para tomada de decisão sobre a melhor maneira de capitalização visando o crescimento e o recebimento de investimentos, oficinas de pitch para aproximação com investidores e mentorias de desenvolvimento dos negócios e em suas teses de investimento.

Sobre a Faceponto
A startup é uma solução para gestão da jornada de trabalho e ponto digital inteligente por georreferenciamento, independentemente da quantidade de funcionários contratados. Mais de 500 empresas do Rio Grande do Norte e de Estados vizinhos utilizam o Faceponto para a gestão da jornada de trabalho. Mais de 25 mil colaboradores acessam diariamente o app para registrar o ponto. Por mês, são computados mais de um milhão de pontos batidos.

Com o aplicativo, é possível registrar o ponto do trabalhador, gerenciar férias e faltas e auxiliar aqueles que têm uma rotina de trabalho em trânsito. As soluções ofertadas pela startup potiguar podem ser contratadas por grandes corporações, com milhares de funcionários, ou uma residência com apenas uma secretária do lar, por exemplo.

Investimentos
O capital de risco é uma modalidade de investimento focada em empresas de até médio porte que possuem alto potencial de crescimento. O objetivo desse tipo de investimento não é apenas injetar capital na empresa para ajudá-la a crescer, mas também influenciar diretamente no andamento e na gestão do negócio.

Segundo Cássio Leandro, a WOW, a maior aceleradora independente do país, atribuiu à Faceponto uma quantia vultosa e investiu no empreendimento. “A empresa foi avaliada em R$ 15 milhões. Os valores, no entanto, não podem, por ora, ser divulgados por questões contratuais”, detalhou.

Muito além do investimento financeiro, a WOW é uma aceleradora de startups que acredita fortemente no poder das conexões, networking e capital intelectual. Fundada em 2013 por empreendedores, trata-se de uma aceleradora independente, sem vínculo com nenhuma empresa ou instituição, e já acelerou mais de 100 startups. Os recursos investidos vêm do grupo de investidores-anjo, os quais também atuam como mentores com um amplo networking no mercado brasileiro e internacional.