Soldados trocam tiros com terroristas do Hamas na porta de hospital em Gaza, diz Israel

Al-Quds, no sul da Faixa de Gaza
Al-Quds, no sul da Faixa de Gaza — Foto: Khoder al-Zaanoun / AFP

As Forças de Defesa de Israel (FDI) divulgaram que tropas dispararam contra terroristas do Hamas na entrada do hospital Al Quds, na Faixa de Gaza, nesta segunda-feira (13), ao descobrirem que os integrantes do grupo se misturaram entre os civis.

“Os disparos de RPG e de armas leves foram direcionados para os soldados vindos do Hospital al Quds, na cidade de Gaza”. O tiroteio foi perpetrado por um esquadrão terrorista que se misturou num grupo de civis na entrada do hospital”, disse a FDI.

Segundo Israel, integrantes do Hamas conseguiram voltar para o hospital após um tiroteio. “Durante o incidente, aproximadamente 21 terroristas foram mortos e não houve vítimas para as nossas forças”, finalizou a FDI, sem informar se algum civil ficou ferido.

Em um vídeo divulgado por Israel, ainda não verificado, terroristas armados aparecem com lançadores de foguetes do lado de fora do hospital.

Segundo a organização humanitária Sociedade do Crescente Vermelho Palestino, uma tentativa de evacuação no hospital Al-Quds acabou frustrada devido a “bombardeios e tiroteios contínuos” na região.

“O comboio de evacuação do Crescente Vermelho, acompanhado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, retornou depois de partir hoje de Khan Younis em direção ao hospital al-Quds. O comboio foi forçado a regressar devido às condições perigosas na área de Tal al-Hawa, onde está localizado o hospital, devido aos contínuos bombardeamentos e tiroteios, e o pessoal médico, os pacientes e os seus acompanhantes ainda estão presos dentro do hospital sem comida, água ou eletricidade”, disse a instituição.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.