Seap está abastecida para o combate ao Covid-19

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) colocou à disposição dos servidores e internos do sistema prisional do Rio Grande do Norte 37 mil máscaras de prevenção à contaminação do novo coronavírus (Covid-19) e doará outras 25 mil confeccionadas pelos internos à população carente. Somados à 1.600 máscaras de proteção tipo face shield (uma para cada servidor), 8 mil litros de saneantes e 40 mil luvas de procedimentos, além de diversos insumos e equipamentos, a Seap está abastecida para o trabalho essencial dos policiais penais na garantia da segurança pública.

Segundo último levantamento, foram adquiridos 2.700 litros de água sanitária, 2.300 litros de desinfetante, 2.500 litros de álcool e 500 litros de sabonete líquido para possibilitar a limpeza e desinfeção diária das celas e ambientes de uso comum das 17 unidades prisionais do Estado.

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, explicou que foram comprados oito equipamentos de lava-jato e 15 pulverizadores para agilizar a limpeza. “Nossa determinação é que os ambientes sejam desinfectados diariamente para garantir a salubridade”, disse.

Para assegurar uma melhor assistência às pessoas privadas de liberdade, esta semana, a Seap começou a distribuir medicamentos e kits de higiene pessoal composto de creme dental, escova de dente, sabonete em barra, máscara de tecido e absorvente, totalizando cerca de 11 mil unidades. Outro item importante, foi a aquisição de 4.600 colchões, sendo 100 deles específicos para o Hospital de Custódia, 400 para os alojamentos dos policiais e 4.100 aos internos.

A seap também contou com doações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), da Secretaria de Agricultura e Pesca (Sape), do Governo do Ceará e da Central de Distribuição do Governo do Rio Grande do Norte.

Outra medida importante tomada em meio a pandemia foi a implantação do tele atendimento aos advogados. Trinta notebooks, 21 tvs e 18 roteadores foram comprados para viabilizar a videoconferência entre advogados e internos. O atendimento jurídico estava prejudicado por causa do isolamento das unidades no dia 13 de março.

Para Pedro Florêncio, o somatório das medidas tomadas pela Seap visa garantir a saúde tanto dos internos, quando dos servidores, assim como a melhor convivência dentro do sistema prisional nesse momento delicado de combate a pandemia que atingiu todo território nacional. Segundo o secretário, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde Pública (Sesap), disponibilizou a todos os profissionais da segurança pública o teste de SWAB para detectção do Covid-19. O teste está disponível a todo efetivo de policiais penais através do hospital da Polícia Militar.  A aquisição de equipamentos em meio a escassez motivada pela alta demanda só foi possível graças ao empenho de diversos setores administrativos da Seap.