São Miguel do Gostoso vai contar sua história em exposições “Álbum de Família”, na Galeria Arte Zero

A Galeria Arte Zero, de São Miguel do Gostoso, começou ontem (9/7), às 19h, a série de exposições ”Álbum de Família”, que tem como objetivo resgatar a memória de famílias pioneiras da cidade. A primeira série desta mostra vai expor mais de 200 fotos de Isabel Neri, que completará 90 anos de idade neste dia.  

Isabel Neri, junto com seu marido, Nilo Neri, já falecido, fazem parte de uma destas famílias pioneiras de São Miguel do Gostoso. A galeria Arte Zero pertence ao Iasnin (Instituto de Ação Social e Cidadania Nilo e Isabel Neri), fundado em 2013, e que teve Isabel como uma de suas fundadoras.

A série de exposições “Álbum de Família” vai contar a história, por meio de fotografias, de moradores que ajudaram na criação de São Miguel do Gostoso. A mostra de Isabel Neri conta com foto sobre diversos momentos de sua vida, reunindo registros de filhos, netos e da comunidade local.

“Álbum de Família” também tem como objetivo fazer um registro iconográfico de  São Miguel do Gostoso. Antigo povoado que vivia de agricultura e pesca, a cidade hoje é um dos principais polos turísticos do Rio Grande do Norte, com atividade forte principalmente em esportes do vento, como kitsurf e windsurf.

Até pouco mais de vinte anos atrás, São Miguel do Gostoso era um distrito do município de Touros. A emancipação política da cidade impulsionou a economia local, especialmente o turismo. Por sua localização, na esquina do continente sul-americano, o município tem inúmeros parques de energia eólica.

Localizada a 100 km a norte de Natal, São Miguel do Gostoso está na chamada “Rota do Descobrimento”, que também incluem os municípios de Touros e Pedra Grande. Foi na praia do Marco, entre São Miguel do Gostoso e Pedra Grande, que os portugueses colocaram o primeiro marco da descoberta do Brasil, em 1501.

Com a série de exposições “Álbum de Família”, a Galeria Arte Zero e o Iasnin pretendem resgatar não só a memória das famílias locais, mas também registros fotográficos de determinados momentos políticos e históricos de São Miguel do Gostoso. A exposição é gratuita e estará aberta de quinta a domingo, entre 19h e 22h.