‘Primaverão’: animação mostra efeito pelo país de onda de calor que bateu recorde no Rio e em SP; veja previsão

Animação mostra evolução da onda de calor pelo país em 12 de novembro
Animação mostra evolução da onda de calor pelo país em 12 de novembro — Foto: Editoria de Arte

Boa parte do Brasil mergulhou neste fim de semana, em plena primavera, numa onda de calor com as temperaturas mais altas do ano no Rio de Janeiro e em São Paulo, informaram as autoridades. O cenário não foi muito diferente na maioria dos estados do país, como mostra a animação abaixo.

Usando como base dados divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), O GLOBO elaborou um mapa animado que mostra a variação da temperatura em todo o Brasil ao longo deste domingo, um dos dias mais quentes desta estação.

Segundo o sistema Rio Alerta, ligado à prefeitura carioca, a temperatura máxima registrada no domingo foi de 42,5°C, em Irajá, na Zona Norte da cidade, com sensação térmica de 50,5°C. O recorde anterior de 2023 era de 41,8°C, em pleno verão, em fevereiro. Média da sensação térmica de 37,5°C. Já em São Paulo, o Centro Prefeito de Gestão de Emergências Climáticas (CGE) também registrou recorde para o ano de 2023, com temperatura média à tarde de 36,9°C.

Foi a temperatura mais elevada já registrada em novembro desde que a organização começou a medir as temperaturas, há 19 anos. A maior temperatura máxima absoluta, medida em apenas um ponto, também foi recorde neste domingo, com 38,5°C registrados na subprefeitura de Vila Mariana, na Zona Sudeste da capital paulista.

Na animação, é possível ver que praticamente todos os estados do Brasil registraram temperaturas elevadas nesta quinta.

No meio da semana, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alertou que a onda de calor afetaria diversas regiões do Brasil até a próxima quarta-feira. O instituto emitiu alerta vermelho, sinônimo de “grande perigo” para a saúde, para diversas zonas do Sudeste e Centro-Oeste do país, com temperaturas previstas 5°C acima dos normais sazonais.

O alerta vermelho do Inmet se estende por Distrito Federal; Goiás; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Minas Gerais; Rondônia; e São Paulo. Além do Inmet, a MetSul também alerta para uma situação “singular e extraordinária” com a onda de calor pelo país. A empresa destacou que as temperaturas da próxima semana atingirão “níveis jamais experimentados por dezenas de milhões de brasileiros”.

“MT, MS, SP, MG e RJ terão 42°C a 45°C. Várias capitais podem ter recordes de até um século. É situação singular e extraordinária”, alertou o MetSul.

Ainda de acordo com o Met Sul, uma massa de ar “absurdamente” quente vai se espelhar pelo Centro-Oeste e pelo Sudeste do país. A massa quente vai bloquear a chuva no Sul do país, o que levará a volumes extremos de precipitação na região.

“Rio Grande do Sul e Santa Catarina devem se preparar para enchentes”, de acordo com a empresa.

O Brasil foi atingido por eventos climáticos extremos nos últimos meses, com uma seca histórica na Amazônia e chuvas catastróficas acompanhadas de ciclones no sul do país.

Na quarta-feira, o observatório europeu Copernicus anunciou que outubro foi o mês mais quente alguma vez registado no mundo, o quinto recorde mensal consecutivo, com a “virtual certeza” de que o recorde anual de 2016 seria batido.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a segunda-feira em São Paulo terá temperatura mínima de 23ºC e máxima de 37ºC. A previsão é de muitas nuvens pela manhã, com possibilidade de chuva isolada à tarde e à noite. O cenário é o mesmo para a terça-feira. Já na quarta, a expectativa é de muitas nuvens no céu, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A máxima será de 35ºC e a mínima, de 20ºC.

O sistema Alerta Rio prevê, nesta segunda-feira, a atuação de um sistema de alta pressão, que manterá o tempo estável sobre a cidade do Rio de Janeiro. Não há previsão de chuva para os próximos dias, e as temperaturas permanecerão estáveis e elevadas, com máximas em torno dos 40°C.

“Entre terça-feira e quinta-feira (14 a 16/11), áreas de instabilidade em médios níveis da atmosfera, reforçadas pelo calor, influenciarão o tempo no Rio, com previsão de pancadas rápidas de chuva moderada nos períodos da tarde e noite”, afirmou o sistema do Alerta Rio.

Em Brasília, por sua vez, a segunda-feira terá temperaturas entre 19ºC e 34ºC. Na terça-feira, a mínima oscila a 20ºC, com poucas nuvens no céu da capital federal. Na quarta, porém, muitas nuvens circularão pela cidade, que pode ter pancadas de chuva isoladas ao longo do dia.

Enquanto isso, a previsão é que as nuvens aumentem em Belo Horizonte a partir da tarde e da noite desta segunda-feira. As temperaturas ficarão entre 21ºC e 37ºC até a terça-feira. Na quarta, oscilarão entre 38ºC e 22ºC, com muitas nuvens e possibilidade de chuva isolada.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.