Presidente nacional do PSOL pede apuração do assassinato do pré-candidato a prefeito do PSOL em Janduís

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, também se manifestou em uma rede social sobre o assassinato do empresário Neto de Nilton, que era o nome do PSOL a prefeito em Janduís.

Juliano Medeiros disse que conversou com a governadora Fátima Bezerra (PT), e que ela “assegurou que o governo do RN não poupará esforços para descobrir quem são os assassinos do nosso companheiro Netinho. A democracia não pode conviver com a violência política. Basta de coronelismo no RN e em todo o Brasil”, disse. O caso será investigado pela Delegacia Regional da Polícia Civil em Patu.

Ex-prefeito Salomão Gurgel também do PSOL apoiava o nome do empresário Neto de Nilson, que foi assassinado neste sábado no Médio Oeste Potiguar