Polícia Civil prende, em Tibau do Sul, homem condenado por extorsão e associação criminosa

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), com apoio da Delegacia de Pipa e da Delegacia de Arez, prenderam, nesta quinta-feira (30), Sandro Henrique Amorim Poeta, 49 anos. Ele foi preso na praia de Pipa, localizada no município de Tibau do Sul.

A prisão aconteceu em cumprimento a um mandado decorrente de sentença condenatória, pela prática dos crimes de extorsão mediante sequestro e associação criminosa armada. Sandro Henrique foi condenado pela Justiça a uma pena de 15 anos, em regime fechado.

Após o recebimento de informações indicando que um foragido da Justiça, apontado como integrante de uma facção criminosa carioca e condenado por extorsão mediante sequestro e organização criminosa, estaria residindo na praia de Pipa, os policiais se dirigiram ao local indicado, onde encontraram Sandro Henrique.

No momento da abordagem, Sandro Henrique apresentou um documento falso, com o nome de “Sandro Henrique da Costa”, motivo pelo qual ele também foi autuado em flagrante por uso de documento falso. De acordo com investigações, ele já havia sido preso, no estado da Paraíba, pelo crime de tráfico de drogas, quando permaneceu detido por cerca de 8 meses, utilizando o nome falso.

Ainda segundo as investigações, Sandro Henrique também foi preso em 2006 pela suspeita da prática do crime de roubo a banco, cometido no município de Lajes; ação criminosa que o suspeito confessou, na delegacia, participação.

Também ao longo do interrogatório, Sandro Henrique confessou as condutas de extorsão e associação criminosa e afirmou que mora na praia de Pipa há mais de 10 anos, sendo proprietário de uma barraca na praia do Amor e de uma casa com vista para o mar, além de um veículo de luxo. Ele foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, no número: (84) 3232-2862 ou, por meio do aplicativo WhatsApp, no número: (84) 98135-6796.