Podemos vai esperar decisão de Styvenson até a convenção

O Partido Podemos do Rio Grande do Norte recuou da decisão determinando prazo até domingo (19) para que o senador Styvenson Valentim anunciasse sua pré-candidatura a governador do Estado. Em nota, a Executiva Estadual do partido informou, ontem, que “reavaliou ser adequado aguardar até a convenção partidária, no limite estabelecido em lei” (05 de agosto), um posicionamento do parlamentar sobre candidatura ao governo.

Segundo a nota, a Executiva e os pré-candidatos a deputado, estadual e federal, dialogaram e levaram em conta, “de maneira respeitosa, a posição pessoal pública manifestada pelo senador”, que em entrevista ao “Jornal da Manhã”, da rádio Jovem Pan News Natal na terça-feira (14), também reproduzida na TN on line e um dia depois na edição impressa da TRIBUNA DO NORTE, disse que não ia tomar uma decisão apressada: ” “É mais fácil eu sair do partido. Não devo nada a ninguém, não devo nada a partido nenhum”.

A Executiva do Podemos diz, na nota, que “renova o profundo respeito com seus pré-candidatos, filiados e com a população potiguar. Encaramos com seriedade, humildade e responsabilidade a construção de um futuro mais próspero e justo para o Rio Grande do Norte”.

“Quanto às eleições majoritárias, o Podemos fica honrado em ter entre os seus quadros um dos principais nomes do atual cenário eleitoral do RN, o senador Styvenson Valentim”, aponta a nota, que sequenciou: “Diferente do que foi veiculado na mídia, nunca foi dado um “ultimato”, mas sim estabelecida uma data, por decisão de ampla maioria presente, em assembleia registrada em ata, com objetivo de dar mais transparência e visibilidade à posição política do partido nessas eleições, além de agregar tempo hábil de organização e planejamento das questões eleitorais que competem aos partidos políticos brasileiros”.

Segundo a Executiva, o senador Styvenson Valentim “tem total liberdade de apresentar a sua intenção de concorrer ou não diretamente ao povo potiguar, conforme é o seu desejo e característica da sua atuação parlamentar confiada por 745.827 mil cidadãos no pleito de 2018, para representar o Estado do Rio Grande do Norte no Senado Federal.

O partido informa, ainda, que “apesar do curto tempo de trabalho antes de encerrar o prazo das filiações devido a alteração da composição da executiva estadual, montou uma excelente nominata para as eleições proporcionais, com destaque para as pré-candidaturas a deputados federais, representadas por pessoas idôneas, de diversos setores da sociedade e diferentes regiões do Estado”.

As pré-candidaturas para deputado federal do Podemos são a enfermeira Sílvia Helena Gomes (Natal), Clarissa Matias (Macaíba), Késia Magali (Parnamirim), Jullya Alves (São Gonçalo), professor Ozildo (Touros), Carlinhos do Vale (Macau), Gilson Veras (Janduis), Gari Aldair (Natal), Alexandre Vagner (Natal).

Por fim, a Executiva que é presidida pelo advogado Felipe Madruga, reiterou que “as decisões do PODEMOS sempre estiveram e permanecerão sendo pautadas pela observação da vontade da maioria, fazendo valer assim a democracia, base de uma sociedade livre”.

 

Do Tribuna do Norte