Papa diz que é “loucura” pensar em armas nucleares na Ucrânia

O papa Francisco definiu como “loucura” pensar na utilização de armas nucleares na Ucrânia, que vem sendo alvo de ataques por parte da Rússia desde fevereiro deste ano. Em comunicado, o presidente Vladimir Putin alertou o ocidente de que não está blefando sobre a possibilidade de usar os armamentos. As informações são da Agência Reuters.

O papa afirmou, ainda, que os ucranianos estão sendo alvos de selvageria, monstruosidades e tortura, e chamou a população do país de um povo “nobre” que vem sendo afligido ao longo dos últimos meses.

O pronunciamento de Francisco foi realizado em sua audiência geral na Praça de São Pedro, onde ele também elogiou a Ucrânia por sua independência e a decisão do país de não utilizar armas nucleares. “Isso foi corajoso. Em um momento nesta guerra trágica em que alguns estão pensando em armas nucleares, o que é uma loucura, o país disse não desde o início”, afirmou o papa.

 

 

Tribuna do Norte