Número 2 da Fazenda defende zerar rombo pela “credibilidade do país”

Dario Durigan
"Vamos ter um ano complicado”, disse o número 2 da Fazenda, Dario Durigan, durante evento da Febraban nesta 6ª feira (1º.dez.2023)

O ministro interino da Fazenda, Dario Durigan, reforçou nesta 6ª feira (1º.dez.2023) que o governo Lula mantém a meta de deficit primário zero em 2023. A declaração foi dada durante o evento “Almoço Anual dos Dirigentes de Bancos 2023”, promovido pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

“O compromisso do governo em zerar o deficit, dar sustentabilidade para a dívida pública é sempre importante ser reiterado. Tudo o que for necessário ser feito, as medidas que foram apresentadas, que têm liderado e pautado a discussão pública, devem ser aprovadas até o fim do ano”, declarou.

O número 2 do ministério afirmou que o cumprimento da meta fiscal é necessário para assegurar a credibilidade da economia brasileira. “Se a gente não equilibrar as contas públicas do país, a população mais carente é quem sofre, a inflação deve subir e a credibilidade do país cai”, declarou.

Durigan disse estar “muito confiante” pela aprovação ainda em 2023 do texto (MP 1.185 de 2023) que disciplina a isenção para crédito fiscal vindo de subvenções para investimentos. A equipe econômica estima obter até R$ 35,3 bilhões em 2024.

De acordo com o secretário, a exclusão dos incentivos sobre o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), um tributo estadual, da base de cálculo do IRPJ (Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas) e da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) tem provocado uma “derrama grande” na arrecadação federal.

“Essa semana, me dediquei, a pedido do ministro Haddad, para avançar na medida provisória 1.185, que trata da diminuição desse impacto automático na arrecadação federal dos benefícios estaduais”, afirmou.

O auxiliar de Fernando Haddad disse que o Ministério da Fazenda tem feito “esforço” para “corrigir distorções” relacionadas à parte fiscal e acenou para as instituições financeiras: “O motor da economia é a iniciativa privada”.

Fonte: Poder360

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.