Nexa esclarece que o processo movido pelo Ministério Público Federal de Uberlândia (MG) foi transitado em julgado como improcedente e que o MP não recorreu da decisão

Em relação a matéria intitulada “Além de Maceió, exploração do subsolo já causou afundamentos e crateras em outras cidades“, a Nexa esclarece que o processo movido pelo Ministério Público Federal de Uberlândia (MG) foi transitado em julgado como improcedente e que o MP não recorreu da decisão.

A companhia ressalta que as características do solo de Vazante (MG) e região favorecem o surgimento de cavidades e dolinas. Trata-se de um fenômeno natural sem vínculo com as operações da empresa.

Por fim, a Nexa reafirma seu compromisso de atuar de acordo com as exigências legais em todas as suas operações, atuando com transparência, por meio de uma comunicação clara e acessível junto às comunidades próximas.

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.