Nasa divulga vídeo de erupção solar mais potente dos últimos anos; veja

Vídeo da Nasa mostra explosão solar ocorrida na última terça-feira
Vídeo da Nasa mostra explosão solar ocorrida na última terça-feira — Foto: Reprodução

O Sol teve, nesta terça-feira, sua maior erupção deste ciclo solar, um período que dura cerca de 11 anos, dias após o astro ser responsável pela tempestade geomagnética mais intensa em duas décadas. Um vídeo da erupção desta semana foi divulgada nas redes sociais da Nasa. Veja abaixo:

Apesar de intensa, a erupção solar aconteceu no flanco oeste do Sol, que se encontra em rotação na direção contrária da Terra. Por isso, não é esperado que o fenômeno provoque efeitos no planeta, como ocorreu com a tempestade solar, responsável por causar fortes auroras boreais no Hemisfério Norte.

Erupções solares são classificadas, em ordem crescente, como de Classe A, B, C, M e X. A erupção desta terça-feira foi classificada como X 8.7, em uma escala que vai até 9. Essas erupções são explosões gigantescas no sol, que emitem partículas, luz e energia ao espaço em alta velocidade, segundo a Nasa. Outras duas explosões, classificadas como X1.7 e X1.2, ocorreram pouco antes da grande erupção.

A mais poderosa tempestade solar em mais de duas décadas atingiu a Terra e gerou espetaculares auroras polares visíveis no norte da Europa e no sul do Chile e da Argentina. A primeira de várias ejeções de plasma e campos magnéticos do Sol começou pouco depois das 16h00 GMT da última sexta-feira, de acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos.

A NOAA classificou a tempestade geomagnética como “extrema”, pois é a mais poderosa desde outubro de 2003, quando várias explosões de plasma da coroa solar causaram apagões na Suécia e danos à infraestrutura energética na África do Sul.

Na noite de sexta-feira, as redes sociais foram inundadas com fotos de auroras capturadas no norte da Europa e no Chile, Argentina, Austrália e Nova Zelândia, no hemisfério sul, e espera-se que o fenômeno continue nos próximos dias.

“Acabamos de acordar as crianças para ver a aurora boreal no quintal! É visível a olho nu”, disse Iain Mansfield à AFP, em Hertford, Reino Unido.

Na Austrália, Sean O’ Riordan publicou X fotos dos céus “bíblicos” na Tasmânia.

As autoridades pediram aos operadores de satélites, companhias aéreas e responsáveis pelas redes elétricas que tomem medidas de precaução contra possíveis perturbações causadas por mudanças no campo magnético da Terra

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.