Não dá para só a América do Sul ceder, diz Gleisi sobre Mercosul-UE

Gleisi e Lula no CCBB
Na imagem, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), e o presidente Lula

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), afirmou nesta 2ª feira (4.dez.2023) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está “certíssimo em reagir à falta de acordo entre o Mercosul e a União Europeia”. No sábado (2.dez), o presidente da França, Emmanuel Macron, disse ser contra o texto em negociação.

Lula declarou que “já era conhecida” a posição do líder francês e que, se não houver acordo, não vai ter sido “por falta de vontade”. No domingo (3.dez), o presidente afirmou que uma coisa “deve ficar clara” caso o acordo não avance: “Não digam mais que é por conta do Brasil e não digam mais que é por conta da América do Sul”. Para ele, os “países ricos” devem assumir a responsabilidade de que não querem “fazer um acordo na perspectiva de fazer qualquer concessão”.

Ao se manifestar sobre o assunto, Gleisi afirmou em seu perfil no X (ex-Twitter) que “o tempo da colônia já passou”. Para a presidente da sigla, “não dá para só os países da América do Sul cederem nas negociações enquanto as nações ricas praticam um protecionismo selvagem”.

Segundo Macron, o tratado, em discussão há mais de 20 anos, é “antiquado” “completamente contraditório” com o que Lula se propõe a fazer na agenda ambiental do Brasil. O líder francês disse também não poder defender o acordo em uma conferência internacional quando “não consegue explicá-lo aos agricultores franceses”.

Fonte: Poder360

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.