Mulher morre após centro esportivo desabar durante temporal no RS

Teto de centro esportivo desaba durante temporal no RS e mata jovem fisioterapeuta -  (crédito: Reprodução / Redes Sociais)

Uma jovem de 26 anos morreu em desabamento de centro esportivo de Giruá, no noroeste do Rio Grande do Sul, na noite desta quarta-feira (15/11). De acordo com a Prefeitura Municipal, fortes rajadas de vento atingiram o município, após série de dias com fortes chuvas na região. Outras 60 pessoas ficaram feridas. O município decretou situação de emergência na manhã desta quinta-feira (16).

Moradores da cidade praticavam esportes no complexo Splendor Sports quando, por volta das 21h, o telhado de zinco cedeu e veio abaixo. A fisioterapeuta Isabeli Soardi foi atingida pelos destroços e não resistiu aos ferimentos.

Outras duas pessoas ficaram gravemente feridas e, segundo o prefeito Ruben Weimer, foram transportadas para hospitais de cidades vizinhas. Nas redes sociais, a prefeitura alerta que o Hospital São José, em Giruá, presta atendimento intenso aos moradores. 

Ainda segundo a prefeitura, cerca de 100 residências tiveram algum prejuízo “por consequência dos ventos e também queda de granizo em alguns locais”. Houve registro de quedas de árvores, postes da rede de energia elétrica e destelhamento de casas. 

A prefeitura municipal também decretou luto oficial de três dias em sinal de pesar pelo falecimento da giruaense.

Chuvas no estado

Desde julho deste ano, quando choveu em Porto Alegre 32% acima da média histórica para o mesmo mês, todo o Rio Grande do Sul vem registrando a ocorrência de chuvas persistentes e volumosas. Segundo o município de Giruá, a região estava sendo atingida desde outubro com volume atípico de chuvas, o que “dificulta a execução de reparos na infraestrutura municipal atingida, fazendo com que os estragos se avolumem”.

O ministro da Secretaria de Comunicação (Secom), Paulo Pimenta, também gaúcho, comentou o desastre climático em seu estado nas redes sociais. “Lamentavelmente, tivemos mais um evento climático no Rio Grande do Sul. Minha solidariedade às famílias do município de Giruá que foram atingidas pelo temporal. Este é um ano difícil para nosso estado, que exige de nós união e sensibilidade. O governo federal continua no trabalho de apoio ao povo gaúcho”, escreveu. 

Fonte: Correio Braziliense