‘Migração em massa orquestrada’: após acusar Rússia, Finlândia fecha fronteiras

Fronteira entre Finlândia e Rússia
Fronteira entre Finlândia e Rússia — Foto: Vesa Moilanen / LEHTIKUVA / AFP

A Finlândia decidiu fechar metade dos seus pontos de fronteira com a Rússia entre a próxima sexta-feira e sábado, depois de ter acusado Moscou de permitir que imigrantes sem documentação atravessassem a fronteira.

A Guarda de Fronteira Finlandesa afirmou na última terça-feira (14) que o número de chegadas da Rússia disparou nesta semana, com cerca de 60 requerentes de asilo chegando desde a manhã de segunda-feira. Isso se compara a um total de 91 pessoas que chegaram sem documentos exigidos em um período de quatro meses.

Nesta quarta, o Kremlin “lamentou profundamente” a decisão da Finlândia. — Lamentamos profundamente que as autoridades finlandesas tenham escolhido um caminho de distanciamento deliberado das boas relações que tínhamos — disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

A Finlândia adotou no ano passado uma nova legislação que permite à sua Guarda de Fronteiras recusar pedidos de asilo em determinados pontos de passagem, como plano para conter a “imigração em massa orquestrada por outro país”.

A partir de sábado, os solicitantes de asilo que chegarem pela Rússia só poderão entregar seus pedidos em duas passagens da fronteira norte, segundo o governo.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.