Michel Platini é preso em investigação sobre escolha do Qatar como sede da Copa de 2022

Da Folha – O ex-presidente da Uefa, Michel Platini, foi preso em Paris nesta terça-feira (18) em uma investigação sobre a suposta corrupção na atribuição da Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

As informações foram passadas por fontes próximas à investigação à agência AFP. A decisão de 2010 de escolher o Qatar como sede da Copa do Mundo de 2022, contra os Estados Unidos, levantou uma controvérsia por suspeita de suposta corrupção.