Mais de 700 famílias de Currais Novos recebem cestas básica do RN Chega Junto

Setecentas e cinquenta e duas famílias de Currais Novos e Parelhas,  no Seridó potiguar, receberam cestas básicas do Programa RN Chega Junto do Governo do Estado para atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade social agravada por causa da pandemia do novo coronavírus.

O RN Chega Junto é um programa com seis ações emergenciais com investimento de R$ 8,8 milhões do Governo do Estado executado pela da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas).

As cestas fazem parte da ação de segurança alimentar com investimento de mais de R$ 4 milhões do Fundo Estadual de Combate à Pobreza do RN (FECOPE) dos quais R$ 1,5 milhão são para a compra de alimentos produzidos pela agricultura familiar de acordo com a lei do Pecafes (Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária) e R$ 2,5 milhões para aquisição de kits comerciais.

Em Currais Novos e Parelhas foram entregues hoje 752 cestas básicas e amanhã, quinta-feira (9) serão entregues 412 kits em Equador, Carnaúba dos Dantas e Jucurutu totalizando as 1.164 cestas básicas nesses municípios seridoenses.

A secretária da Sethas, Iris Oliveira, participou das entregas em Currais Novos e Parelhas com o controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, e o secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre Lima. Ela destacou que a governadora Fátima Bezerra, além das ações na área da saúde no combate à pandemia com abertura dos leitos para os doentes de covid-19 se preocupou atender as pessoas que tiveram suas condições de sobrevivência  comprometidas e agravadas com a perda de emprego e renda neste momento.

O RN Chega Junto faz parte das ações para atender pessoas idosas, mulheres vítimas de violência doméstica, população em situação de rua, cidades com migrantes e refugiados, carroceiros, trabalhadores do turismo, artesãos, pescadores artesanais, povos tradicionais, quilombolas, ciganos. Além disso, o Governo fez repasse de mais de R$ 3 milhões de cofinanciamento para os municípios investirem na assistência social dos benefícios eventuais como aluguel social, compra de alimentos, entre outros.

O controlador Geral Pedro Lopes destacou que a composição das cestas básicas é importante também porque proporcionar trabalho e renda a trabalhadores da agricultura familiar potiguar com produtos da terra como o arroz vermelho, o feijão macassar, a farinha e a goma fresca para tapioca.

O Criciúma Futebol Clube de Currais Novos recebeu 220 cestas básicas hoje. Segundo o presidente da entidade, Manoel Galdino Soares, os kits são de fundamental importância para o Clube que mantém um trabalho sociodesportivo com crianças e adolescentes de 07 aos 17 anos, e adultos. “É benefício para a direção e para as famílias que vão ser beneficiadas”.

Houve uma entrega coletiva na Escola Municipal Professor Humberto Gama e, depois, a equipe do Governo fez a doação ao Criciúma que atende além das crianças e adolescentes, a 120 famílias que vivem no entorno da entidade.

A presidente do Núcleo Organizacional de Reabilitação e Amparo social da Pessoa com TEA (Nortear), Givaneide dos Santos, disse que a iniciativa do Governo do Estado, além de garantir a felicidade das famílias com as cestas básicas deve ser parabenizada pela valorização da produção de alimentos no RN da região do Seridó beneficiando a mão de obra local e as pessoas com a compra de alimentos da agricultura familiar. “A gente se alegra pela felicidade das famílias que vão receber essa benção”

“Aqui de público, quero agradecer ao Governo do Estado por essa ação porque a cada usuário, a cada família que está na APAE a gente sabe a necessidade dele e da família”, resumiu a presidente da  Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Currais Novos, Antônia Ivaneide Santos Nóbrega. “Na hora da pandemia, da situação da necessidade,  uma cesta básica é uma alegria grande. Eu sei da alegria deles quando recebem uma cesta básica”.