Lula erra e diz que 12,3 milhões de crianças morreram em Gaza

Lula de óculos olhando para a sua própria mão
Em fevereiro de 2024, o Ministério da Saúde da Palestina, controlado pelo Hamas, afirmava que o número de palestinos mortos no conflito entre Israel e Hamas chegou a 30.035 na Faixa de Gaza. Destes, 12.400 eram crianças

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) errou nesta 4ª feira (3.abr.2024) ao se referir às crianças mortas na Faixa de Gaza. O petista disse que 12,3 milhões morreram por bombardeios de uma “guerra insana contra a humanidade”.

Em conferência nacional pelos direitos das crianças e dos adolescentes, o petista pediu que os presentes levantassem as mãos em uma homenagem.

“Às crianças, às quase 40.000 que morreram e ficaram órfãs de pai e mãe por causa da covid. São as crianças, que no Brasil morrem de desnutrição porque ainda não recebem as calorias e as proteínas necessárias, mas, sobretudo, é uma homenagem as quase 12 milhões e 300 mil crianças que morreram na Faixa de Gaza, em Israel, bombardeadas em uma guerra insana contra a humanidade”, disse Lula.

Assista (2min5s):

Em fevereiro de 2024, o Ministério da Saúde da Palestina, controlado pelo Hamas, afirmava que o número de palestinos mortos no conflito entre Israel e Hamas chegou a 30.035 na Faixa de Gaza. Destes, 12.400 eram crianças.

Informações sobre Gaza são do Hamas e não há meios para verificar esses dados de maneira independente. Na Faixa de Gaza, os feridos somavam 70.457, sendo pelo menos 8.663 crianças e 6.327.

Assista à íntegra da fala de Lula (25min56s):

Fonte: Poder360

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.