Lula compara abrigos no Rio Grande do Sul a uma “espécie de paraíso”

Lula em abrigo no Rio Grande do Sul
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita a abrigo em São Leopoldo (RS)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta 4ª feira (15.mai.2024) os abrigos no Rio Grande do Sul são uma “espécie de paraíso” para aqueles que perderam tudo por conta das chuvas e enchentes registradas no Estado.

“Eu fico imaginando essa gente que está aí. Mulheres com crianças, mães que não têm marido, que têm 2, 3 filhos, que perderam sua casinha. Qual a expectativa que eles têm? Hora que secar, que tiver que voltar, vou voltar para onde? Não existe mais o lugar que eu ficava, se existe, está quase insuportável”, disse Lula.

Segundo o petista, com o cenário, “termina sendo o abrigo uma espécie de paraíso”.

“‘Não tenho para onde ir, pelo menos aqui eu estou segurado, recebendo comida, água, assistência médica, assistência social’. E quando terminar? O prefeito fala: ‘Olha, a água foi embora, a cidade está limpa, cada um volta para sua casa’. Alguns voltarão, e outros perguntarão: ‘Que casa?”, declarou.

Lula visitou um abrigo em São Leopoldo (RS) nesta 4ª feira (15.mai) e disse que todo mundo que perdeu o local onde morava vai ter uma “casinha”. Há 76.580 pessoas em abrigos no Estado e 452 municípios gaúchos foram afetados.

Assista (1min38s):

Esta reportagem foi escrita pela estagiária de jornalismo Evellyn Paola sob a supervisão da editora-assistente Isadora Albernaz.

Fonte: Poder360

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.