Imprensa italiana diz que contratação de Cristiano Ronaldo foi negócio do século

A contratação de Cristiano Ronaldo pela Juventus, fechada ontem por 112 milhões de euros, dominou nesta quarta-feira (11) as capas de jornais na Itália, onde a transferência do craque português é vista como “o negócio do século”. “Cheguei!”, é a manchete do jornal Gazzetta dello Sport, em alusão ao tradicional grito “eu estou aqui”, que o português costuma dar em comemorações de gols.

O periódico informa que o craque português receberá 31 milhões de euros líquidos por temporada e que terá uma apresentação monumental na próxima segunda-feira (16), no Allianz Stadium, em Turim. O Corriere dello Sport usou uma chamada de matiz religiosa, “Seja a luz”, para destacar a importância da contratação não só para a Juventus, mas para o futebol italiano de maneira geral.

A publicação romana foi a que apontou a contratação de Cristiano como “o negócio do século” e afirmou que o Real decidiu negociar seu camisa 7 para atender a um pedido do jogador, que após nove anos na equipe madrilenha desejava um novo desafio na carreira.

“Aqui está! Ronaldo é ‘bianconero'”, anunciou o jornal turinês Tuttosport, que acrescenta uma fotomontagem do atacante português com a camisa da Juventus enquanto comemora um gol. O periódico define a chegada do melhor do mundo como algo “clamoroso” e lembra os 27 títulos de clubes obtidos na carreira, incluindo cinco ligas dos Campeões, uma pelo Manchester United e quatro pelo Real.

A contratação do craque teve destaque mesmo em jornais não esportivos, como La Repubblica, Corriere della Sera e La Stampa. Este último lembra que o Campeonato Italiano não tem o atual melhor do mundo da premiação da Fifa desde 2008, quando Kaká era o detentor do título.