Imposto de Renda 2023: a uma semana do fim do prazo, 123 mil pessoas ainda não declararam no RN

Os brasileiros estão correndo para entregar a declaração do Imposto de Renda (IR) 2023 dentro do prazo, que se encerra no dia 31 de maio. De acordo com a Receita Federal, até o dia 22 de maio, 123.276 mil de pessoas ainda não declararam o IR no Rio Grande do Norte – cerca de 30% do total esperado pela Receita. Nesta quarta-feira (24), começa o prazo de consulta ao primeiro lote de restituição, que contemplou mais de 58 mil potiguares.

Em 2023, ao realizar a declaração através da internet, o contribuinte recebe imediatamente a informação se tem direito a receber alguma restituição de tributos pagos no ano anterior. Segundo o calendário divulgado, esses valores poderão ser pagos entre 31 de maio e 29 de setembro, divididos da seguinte forma: 1º lote – 31 de maio; 2º lote – 30 de junho; 3º lote – 31 de julho; 4º lote – 31 de agosto. 

Sendo a primeira instituição financeira cooperativa da América Latina comprometida com o desenvolvimento econômico dos associados e das regiões onde atua, o Sicredi possui uma linha de crédito específica para que os contribuintes possam antecipar o recebimento dessa restituição, isso com juros abaixo dos oferecidos pelos bancos tradicionais e com o valor total na conta em apenas uma parcela.  

“O crédito ofertado pelo Sicredi permite que você antecipe os valores da restituição do Imposto de Renda e conte com recursos em caso de imprevisto. Indicando o Sicredi para receber a restituição, você tem apoio para antecipar até 100% desse valor para usá-lo como e quando quiser”, explica Erlivaldo Bandeira, consultor de Negócios da Central Sicredi Nordeste. 

Entre os benefícios da antecipação está o fato de o contribuinte não precisar esperar, em caso de urgência, a liberação da Receita para ter acesso aos valores e a comodidade do pagamento ser debitado automaticamente da conta corrente do interessado, de acordo com a data definida para o recebimento da restituição. 

Para Erlivaldo, os valores da antecipação devem ser utilizados de acordo com um planejamento financeiro para que, assim, o contribuinte não saia perdendo. “É um dinheiro que deve ser usado em caso de imprevisto, problema de saúde ou outra situação em que se necessite do valor com urgência, ou até para substituir dívidas já existentes que possuam juros mais altos do que os oferecidos no crédito, a exemplo dos cartões de crédito e cheque especial”, conta. 

Para contratar o crédito de Antecipação de Imposto de Renda, o interessado deve procurar sua agência ou se informar através do Sicredi mais próximo.  

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.