Guarda Municipal é morto durante ação de criminoso na Ribeira; bandido é baleado

Um guarda municipal foi morto na tarde desta quarta-feira (12), na Ribeira, após tentar evitar um assalto. Um bandido ainda não identificado tentou roubar a arma de uma vigilante do Centro Odontológico Morton Mariz, quando o guarda, que estava à paisana, reagiu. O criminoso atirou e matou o guarda, mas o bandido foi baleado e aguarda socorro médico.

O crime ocorreu por volta das 12h20. O guarda municipal, identificado como Carlos Antônio, estava no local acompanhando sua companheira e uma filha, quando observou que o criminoso estava roubando a arma da vigilante. Ele deu voz de prisão, mas o bandido reagiu e abriu fogo. Na troca de tiros, o guarda, que tinha 25 anos na corporação, foi atingido por um disparo na cabeça e morreu no local.

Contudo, quando tentava fugir, o bandido foi surpreendido por policiais civis. Uma  viatura estava passando pelo local em deslocamento até Alcaçuz, para onde iriam deixar um preso. Com a correria, os policiais perceberam que se tratava de um crime e impediram a fuga do criminoso, que foi alvejado. Apesar da gravidade do ferimento contra o bandido, ele não morreu no local.

O criminoso já era condenado pela Justiça e estava foragido. Ele é condenado por assalto e tem 29 anos de idade. Os policiais recuperaram o revólver utilizado pela vigilante e apreenderam a pistola que estava com o criminoso.

Uma ambulância do Samu chegou ao local por volta das 13h20 e levou o bandido para o pronto-socorro Clóvis Sarinho. A mãe e a mulher do criminoso estavam no local, mas se recusaram a falar com a reportagem da Tribuna do Norte.

Da Tribuna do Norte