Governo formaliza entrega de investimento para trabalhadores do Seridó

O Governo do Rio Grande do Norte formalizou a entrega de crédito do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) no valor de R$ 433 mil para 17 famílias da comunidade Brejinho, em São João do Sabugi, na região do Seridó. A ação é coordenada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), criada no início da gestão da governadora Fátima Bezerra.

A chefe do Executivo foi até a comunidade entregar o investimento, que será usado para a produção das famílias no campo, diretamente nas mãos dos beneficiados. A agricultora Ledi Morais, em nome das famílias beneficiadas, agradeceu a Fátima Bezerra por ter ido conhecer a comunidade Brejinho.

“Quem tem que agradecer sou eu, pela comunidade abrir as portas de suas casas para mim. Queremos e vamos reafirmar as parcerias, para trazer mais cidadania para vocês. Estou muito feliz com essa agenda que desenvolvo no Seridó desde ontem, porque temos nos deparado com ações concretas, que refletem o nosso compromisso com a melhoria da qualidade de vida do nosso povo”, declarou a governadora.

Durante o evento, a equipe de mobilização social da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) também fez o cadastro de propriedades que terão poços perfurados, dentro do programa RN + Água.

As famílias beneficiadas são da Associação de Desenvolvimento Rural Sustentável do Sítio Brejinho, que em 2018 adquiriram uma propriedade rural de 307 hectares pelo PNCF, e hoje estão acessando o crédito para investir. Com o recurso, poderão adquirir gado, construir cercas, formar pasto através da implantação de capim e palma etc.

“Os recursos são a ‘fundo perdido’ e liberados por parcela. Hoje estamos entregando os últimos investimentos com essa característica, porque o Governo Federal está acabando com esse programa. Mas vamos continuar trabalhando para que mais famílias conquistem sua terra e resgatem sua autonomia”, enfatizou o secretário de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural, Alexandre Lima.

Representando a comunidade, a agricultora Ledi Medeiros reforçou o quanto o Governo do Estado tem atuado em prol da categoria. “Duas coisas que eu sei que ajudam no crescimento de um país: a educação e a agricultura familiar. No nosso município, que é muito pobre, o campo gera empregos, por isso eu afirmo como são importantes esses incentivos”, destacou.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais de São João do Sabugi, Joseilson Medeiros agradeceu a mais uma ação estruturante para a agricultura familiar do Seridó e enfatizou que os movimentos sociais rurais continuarão lutando por benefícios em nível federal.  “Nós temos uma árdua tarefa que é lutar pela manutenção do crédito fundiário”, disse, referindo-se ao PNCF, em vias de extinção.

Também presente ao evento, a vice-diretora da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do RN (Fetarn), Ana Aline Morais, enfatizou a importância do crédito fundiário e o fato de o Governo do Estado ter atendido a uma antiga reivindicação dos agricultores e agricultoras familiares. “Sou testemunha do quanto esse povo aqui lutou por esse momento. E, mais uma vez, agradeço ao governo por ter atendido à nossa pauta, que era a criação da Sedraf. Já dizia Maria Margarida Alves: é melhor morrer na luta do que morrer de fome. E vamos continuar na luta!”, completou a vice-diretora.

A solenidade, que ocorreu na varanda de uma casa do Sítio Brejinho, contou com a presença de José Otílio, do Banco do Nordeste, que formalizou o crédito entregue às famílias, do secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, de representantes da Cooperativa Mista de Agricultura Familiar do Seridó (Coafs) e do deputado Francisco Medeiros, que afirmou o quanto ações como essas têm contribuído consideravelmente para melhoria do povo potiguar, “especialmente para nós, seridoenses”.