Governo dobra brigadistas no norte do Pantanal em meio a incêndios

Aumento do período de seca no bioma facilita incêndios no Pantanal -  (crédito: Ibere PERISSE / Projeto Solos / AFP)
Aumento do período de seca no bioma facilita incêndios no Pantanal - (crédito: Ibere PERISSE / Projeto Solos / AFP)

O governo federal anunciou neste sábado (11/11) que vai dobrar o número de brigadistas no norte do Pantanal a partir deste domingo (12). O Ibama e o ICMBio terão à disposição 90 brigadistas e quatro aeronaves para combater os incêndios que ocorrem na região. Ao todo, o bioma tem à disposição 299 servidores que atuam para conter as chamas.

Até agora, em novembro, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou 1.550 focos de incêndio no Pantanal. A ministra do Meio Ambiente e da Mudança do Clima, Marina Silva, esteve reunida com representantes do governo do Mato Grosso para discutir as ações.

“Em razão da extensão do período seco no bioma e de dificuldades de acesso a áreas com incêndios florestais, as equipes precisaram ser reforçadas. Há previsão de aumento da temperatura nos próximos 15 dias na região”, declarou o ministério, em nota.

Temperaturas altas e período de seca

O governo declarou ainda que atua, desde o início do ano, para apoiar ações de prevenção para contar o espalhamento do fogo no Pantanal.

Em relação ao mesmo período de 2022, janeiro a novembro deste ano registrou um aumento de 156% no número de focos de incêndio no Pantanal. O aumento do período de seca na região neste ano é atribuído ao fenômeno climático El Niño, que também influencia nas altas temperaturas registradas no país.

Fonte: Correio Braziliense

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.