Governadora Fátima Bezerra é contra veto à proibição de reajuste aos servidores

A governadora Fátima Bezerra (PT), após a reunião dos governadores com o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que o Rio Grande do Norte e o Brasil precisam urgentemente da recomposição das perdas financeiras decorrentes da pandemia e de ações unificadas, coesas, no combate ao coronavírus. “É necessário uma integração nacional, coordenada pelo Governo Federal, para o enfrentamento à pandemia. A situação se agrava e precisamos dar respostas e assistência à população”, afirmou Fátima Bezerra.

Fátima registra que se coloca junto aos governadores que defendem o veto à proibição de reajuste aos servidores. “Os estados que vierem a ter condições de conceder reajustes para minimizar as perdas dos servidores, que em muitos casos estão há dez anos sem reajuste, devem ter a autonomia para fazê-lo”, afirmou.

“Os estados que vierem a ter condições de conceder reajustes para minimizar as perdas dos servidores, que em muitos casos estão há dez anos sem reajuste, devem ter a autonomia para fazê-lo”, afirmou a governadora