Flaviano Gama sustenta que prisões de Batata e de Lobão são desnecessárias

Após quase dois meses presos em Natal, o prefeito afastado de Caicó, Batata Araújo e o vereador, também afastado de seu mandato, Lobão Filho estão tendo seus os destinos de suas prisões apreciados pelo Tribunal de Justiça do RN, em sessão desta manhã de quarta-feira (10).

Em sua defesa, o advogado Flaviano Gama defendeu que a preocupação do Ministério Público era pela permanência de ambos na ocupação dos cargos eletivos, como forma de atrapalhar as investigações, e como houve o afastamento dos dois de suas funções, a manutenção das prisões seria desnecessária, e defendeu medidas cautelares, como a suspensão do exercício da função pública, proibição e contato com pessoas determinadas, dentre outras.