Financiamentos do Banco do Nordeste a micro e pequenas empresas crescem 68,5%

O Banco do Nordeste contratou R$ 1,4 bilhão com micro e pequenas empresas (MPE) até maio, o que representa crescimento de 68,5% nas aplicações com o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e Recursos Internos (Recin), na comparação com o mesmo período de 2018. Ao todo, foram contratadas 17,2 mil operações de crédito com empresas do segmento no Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, 37,4% a mais do que nos cinco primeiros meses do ano passado.

Somente no Rio Grande do Norte, a quantidade de operações com MPEs no período chegou a 1,7 mil e é 22,5% maior do que até maio de 2018. O valor contratado acumulou R$ 121,6 milhões, alta de 39,8% em relação ao ano anterior.

Até dezembro, o Banco do Nordeste prevê injetar R$ 3,4 bilhões com recursos do FNE e Recin no segmento, responsável por grande parte da geração de empregos na Região.

Para atingir esse valor, o BNB promove ações como assinatura de acordo de cooperação com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que facilita o acesso de micro e pequenas empresas ao crédito de curto e de longo prazos, com recursos do FNE, bem como a outros produtos bancários.

Há crédito para implantação e expansão de empresas; franquias; aquisição de máquinas, equipamentos e veículos; aquisição de mercadorias, estoques e matérias-primas, entre outros itens. Atualmente o BNB conta com carteira ativa de mais de 194 mil MPEs.

A instituição também realiza o Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa, que reconhece 33 clientes em toda a área de atuação da empresa, três em cada Estado. Os vencedores são selecionados de acordo com critérios como inovações empregadas no negócio, competitividade, adoção de práticas que visam à redução do impacto ambiental, número de empregos gerados e evolução das receitas após o financiamento.