Encontro do Ceres discute semiárido brasileiro

O Departamento de Geografia do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres) realiza, de 26 a 30 de outubro, o XXV Encontro Estadual de Geografia do RN (EGEORN). Na tarde desta segunda-feira, 26, o vice-reitor Henio Ferreira de Miranda participou da abertura do evento, que tem como tema geral Uma releitura do semiárido brasileiro: novas visibilidades.

O chefe do Departamento de Geografia do Ceres, José Yure dos Santos, explicou que o evento é realizado em parceria com os Programas de Pós-graduação em Geografia GEOCERES (mestrado acadêmico) e GEOPROF (mestrado profissional). Nesta edição, o evento ocorre virtualmente, em virtude da pandemia da covid-19, e abordará as dinâmicas presentes na região do semiárido, como a irrigação de frutas tropicais, a produção de confecções e a expansão do ensino superior, com conferências, mesas redondas, minicursos e sessões de livros.

O vice-reitor Henio Miranda lembrou que o evento deste ano tem um desafio maior , visto que está sendo realizado virtualmente, o que não diminuiu a importância do encontro que está na sua 25a edição discutindo importantes temas para o semiárido.

Participaram ainda da mesa de abertura a diretora do Ceres, Sandra Kelly de Araújo, e o pró-reitor de Extensão, Graco Viana, além de outros representantes do curso de graduação e pós-graduação em Geografia. A palestra de abertura EGEORN: não esquecer o passado, agir no presente, olhar para o futuro, ministrada pelo professor José Lacerda Alves Felipe, pode ser assistida no Canal GENAT UFRN no Youtube. Confira o site do EGEORN.