Edson Vieira é desligado do América após polêmica sobre vacinação

Antes mesmo de fazer estreia à beira do gramado, o treinador Edson Vieira foi desligado do América. Em reunião na manhã deste domingo (1º), a diretoria alvirrubra decidiu por não continuar com o técnico, que estava impossibilitado de atuar no campo por só ter se vacinado contra a covid-19 nesse sábado (30).

Em entrevista coletiva após a derrota deste sábado contra o Afogados da ingazeira-PE, o treinador alegou casos de problemas de saúde na família e que não foi obrigado a se vacinar. “Em nenhum momento ninguém colocou arma na minha cabeça e disse que é obrigado a se vacinar”, disse Edson Vieira.

Por regulamento, profissionais envolvidos em partidas da CBF só podem atuar com o esquema vacinal em dia, com 14 dias após a aplicação da segunda do imunizante ou primeira naquele de dose única.

Edson Vieira se apresentou ao elenco americano na última quinta-feira (28) e dá adeus três dias depois. Nesse período, o América só fez o jogo contra o Afogados e perdeu por 1 a 0 na Arena das Dunas, acabando com uma invencibilidade de 14 jogos em casa.

 

Do Tribuna do Norte