Datafolha: para 76% dos brasileiros, licença-paternidade deveria ser maior

Licença-paternidade: STF determina que congresso regulamente benefício em até 18 meses
Licença-paternidade: STF determina que congresso regulamente benefício em até 18 meses — Foto: Freepik

Para 76% dos brasileiros, o período de licença-paternidade deveria ser maior, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira. O prazo atual para um pai se ausentar do trabalho para ficar com o filho recém-nascido é de cinco dias corridos.

A ampliação do período de licença-paternidade é mais apoiada pelos homens. Ao todo, 77% deles afirmaram que concordam com o aumento do prazo. Outros 21% discordam. Entre as mulheres, 75% revelaram endossar a medida. Por outro lado, 23% do público feminino são contrárias.

A licença-maternidade também deveria ser maior, para 83% dos entrevistados, que consideram que o período deveria subir de 120 para 180 dias.

Entre os homens, 78% disseram concordar com a ampliação do período de licença-maternidade, enquanto 20% discordam totalmente ou parcialmente. Entre as mulheres, o percentual que concorda com o aumento do prazo é maior: 88%. Somente 11% discordam.

O Datafolha entrevistou com 2.002 pessoas de 147 municípios de todas as regiões do país. O levantamento foi feito nos dias 19 e 20 de março. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O Datafolha também revelou os empresários são os que menos concordam com o aumento do período de licença-paternidade. No total, 67% declararam serem contrários à medida. Eles também são a categoria menos favorável à ampliação da licença-maternidade: 65%.

Entre os bolsonaristas, 73% concordam com o aumento da licença-paternidade e 78% endossam a ampliação para as mães ficarem com seus filhos por mais tempo após o parto.

Para 78% dos petistas, a licença-paternidade deveria ser maior. Em relação à licença-maternidade, 87% dos apoiadores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concordam com a ampliação do direito.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.