Crianças são hospitalizadas no Reino Unido após ingerirem chocolate com THC e psilocin

Crianças e adultos sentiram tonteira, espasmos e alucinações após comerem o 'chocolate misterioso'
Crianças e adultos sentiram tonteira, espasmos e alucinações após comerem o 'chocolate misterioso' — Foto: Food.gov

Pelo menos duas crianças foram hospitalizadas no último sábado (25) após comerem barras de chocolate vendidas no Mercado Natalino de Nottinghamshire, no Reino Unido. Após investigação, a polícia concluiu que uma pequena quantidade dos doces continha traços de THC e psilocin – princípio ativo de alguns cogumelos alucinógenos.

Uma mulher de 63 anos foi presa sob suspeita de ter colaborado com a contaminação do chocolate, mas já foi liberada sob fiança e está ajudando na investigação. As barras eram vendidas em embrulhos dourados, rotulados apenas como ‘chocolate misterioso’, ou em embalagens da marca Cali-Gold.

Kylyn Tomlinson contou ao jornal The Mirror que comprou algumas dessas barras de chocolate para sua filha quando passaram pela feira. Ambos comeram o chocolate, e o britânico de 30 anos descreve que se sentiram alterados por muitas horas.

— Ficamos muito tontos. Eu tentava aguentar meus sintomas, fiquei alucinando no meu quarto e demorou horas até os efeitos diminuirem — descreveu Kylyn ao The Mirror.

Ele diz que sua filha foi hospitalizada duas vezes, com alucinações, espasmos, pupilas dilatadas dor de barriga e vômito.

— Ela chorava de dor. Ela chorava de dor no estômago, então eu chamei a ambulância e eles disseram que ela precisava ser levada ao hospital — disse Kylyn.

Por coincidência, a irmã de Kylyn também comprou o chocolate e disse que seu filho, assim como outras crianças, estavam sentindo os mesmos sintomas. O menino também foi levado ao hospital, mas todos já se recuperaram, segundo a polícia local.

Kylyn se declarou preocupado com o efeito das drogas no cerebro da filha, mas não deseja que as pessoas comecem uma caça às bruxas antes da conclusão das investigações.

Fonte: O Globo

© 2024 Blog do Marcos Dantas. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.